Sob pressão, Macetão contraria interesses de caciques em Jales - regiaonoroeste.com
Terça, 28 de Junho de 2022

Sob pressão, Macetão contraria interesses de caciques em Jales

27/01/2012 as 07:48 | Jales | Da Redaçao
O vereador e presidente do Legislativo da cidade de Jales, Luis Henrique Viotto, o Macetão (PSD), numa passagem rápida por Fernandópolis essa semana, falou sobre a situação política da cidade e a recente pressão que vem enfrentando de grupos políticos e diversos segmentos da cidade.

“Muita pressão. Mas não a ponto de atravancar o meu trabalho na Câmara”, foi dessa maneira que o vereador e virtual candidato ao Executivo de Jales definiu os recentes trabalhos na casa. Macetão que em sua primeira atitude como presidente da câmara dispensou todos os assessores do Legislativo, atraindo a fúria de companheiros vereadores e de grupos políticos, tenta continuar os afazeres da administração, mesmo justificando a demissão em massa como parte normal ao processo. “Estou completamente dentro da legalidade. Se os cargos eram de confiança para a outra gestão, nada mais correto do que eu colocar pessoas da minha confiança”, justifica Macetão.

Segundo levantamento do RN, a pressão política ao presidente do legislativo de Jales não vem só de seus companheiros de vereança, que não gostaram nada das recentes demissões, mas de pessoas, entidades e clubes de serviço ligados os vereadores de oposição. Ainda sob essa ótica, até parte imprensa estaria pressionando Macetão, para que o presidente volte atrás com as demissões, embora o vereador não confirme tal envolvimento. Quatro vereadores de Jales e que fazem parte do grupo de insatisfeitos com as ações de Macetão, tem ligações com a imprensa de maneira profissional ou familiares exercendo tal pressão citada pelo presidente da câmara nas manchetes diárias dos jornais e rádios locais.

Macetão disse que não é fácil renovar, visto a perseguição política que encara na cidade de Jales contra os caciques locais, mas que continuara seus trabalhos na câmara cercado de pessoas de confiança, para tanto confirmou a contratação do advogado de Fernandópolis, Marlon Santana para compor a assessoria jurídica do Legislativo de Jales, na tentativa de se esquivar ainda mais de pessoas com pretensões políticas adversas a sua e trabalhando no mesmo ambiente.

Macetão ainda aparece com numa recente enquete de intenção de votos para prefeito na cidade de Jales com 48%.

Segundo Macetão em algumas pesquisas encomendadas na cidade de Jales, seu nome nunca era posto entre as opções e a população questionava, devido ao fato, o presidente da câmara de Jales reforça suas intenções para o Executivo da cidade.
MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestão de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com