Segunda, 01 de Março de 2021

Polícia conclui que cãozinho Titã não foi enterrado vivo

15/12/2011 as 00:00 | Novo Horizonte | Da Redaçao
A Polícia de Novo Horizonte descarta que o cãozinho Titã tenha sido enterrado vivo por seu dono. Segundo o delegado Luiz Fernando Calmon Ribeiro, tanto ele quanto peritos e a veterinária Viviane Cristina da Silva, que cuida de Titã desde o dia em que foi encontrado, estiveram no local e descartaram essa possibilidade. “O buraco onde o cão estava é muito raso. Além disso, ele não tinha terra nas vias aéreas nem nos pulmões”, afirma Ribeiro.

À polícia, o dono de Titã teria afirmado que o cão cavou o buraco, onde teria permanecido deitado. Achando que ele tinha morrido, o cobriu com folhas de mandioca, que também foram encontradas no local. Mesmo descartando a hipótese de Titã ter sido enterrado, o delegado afirmou que encaminhará o Termo Circunstanciado à Justiça, porque o filhote está em péssimas condições de saúde. “Mesmo sem ter enterrado o cachorro, ele vai responder por crueldade contra os animais, cuja pena varia de 3 meses a um ano de reclusão”, afirma o delegado.



Fonte:Jornal Diário da Região
MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestão de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com