Terça, 18 de Junho de 2024

Fora Lula e Xandão!

Foto: Divulgação/Movimento Liberdade
Ato reuniu milhares de pessoas neste domingo
10/06/2024 as 06:08 | Brasil | Valdecir Cremon - Youtube Cremon Jornalista
Milhares de pessoas de vários estados do país se reuniram, neste domingo (9), na avenida Paulista, em São Paulo (SP), para protestar contra lula, o presidente dos petistas, e o ministro Alexandre de Moraes, do STF. "Fora lula e Xandão", com impeachment e até prisão, deu o tom de discursos carregados de denúncias. O ato foi organizado pelo Movimento Liberdade, com gastos cobertos pelo empresário Guilherme Sampaio.

Clezão vive!


Como a extrema-esquerda não se esquece de Marielle Franco, patriotas não cessam de cobrar Alexandre de Moraes pela morte do empresário Clésio da Cunha, em 2023, depois de três meses preso ilegalmente na Papuda, em Brasília (DF), acusado de "atentar contra a democracia" no 8/1.

Sebastião pega pesado


O desembargador aposentado Sebastião Coelho - aquele que disse na cara dos ministros mais bem pagos do mundo que o STF de hoje é composto pelas pessoas mais odiadas do país - fez o discurso mais centrado e pesado do evento. Com dados técnicos e jurídicos, apontou os crimes de Moraes contra a Constituição Federal e a falta da contagem pública de votos, mantida pelo TSE, como causa da atual situação política do país.

Pautas preferidas


Enquanto sobre a parada gay de São Paulo (SP) - que teve, inclusive, a presença de crianças como atração aos olhos inertes do Ministério Público, Conselho Tutelar e das igrejas - contou com super cobertura de sites, jornais, rádios e TVs, o ato de ontem foi coberto "apenas" por canais do Youtube e outras redes sociais.

Empresários estressados


O estresse de empresários de grandes grupos de negócios, como bancos, empreiteiras, laboratórios e do comércio dá sinais de que há uma revolta contra o governo gastão e irresponsável de lula. Luiz Ometto, dono da Cosan, e André Esteves, dono do banco BTG, deram o tom de revolta da classe, contra o desgoverno, em evento do Grupo Esfera, realizado neste final de semana em Guarujá (SP).

Direita europeia


Emmanuel Macron, o esquerdista perfumado que "governa" a França desde 2017, deu um verdadeiro golpe na democracia de seu país, ontem, após a esquerda perder a maioria na eleição do Parlamento Europeu, ao dissolver o parlamento e convocar eleições de deputados para este dia 30 de junho - daqui a menos de três semanas. Foi o início de um efeito dominó que atinge os vermelhinhos de lá e de grande parte do mundo.

Bolsonaro comemora


Jair Bolsonaro usou sua conta no X-Twitter, neste domingo, para comemorar a derrota do comunismo no Parlamento Europeu. Disse que "A Europa mostra que a vontade popular prevalece sem determinadas intromissões e logo mais se repetirão em outras partes do mundo". Javier Milei, presidente da Argentina, também comemorou.

Moraes protegido


O procurador-geral da República, Paulo Gonet, arquivou um pedido do ex-deputado Deltan Dallagnol (Novo-PR) para investigar Alexandre de Moraes, do STF, por abuso de autoridade, na prisão preventiva de dois suspeitos de planejarem a execução dele por e-mail. Gonet disse que o pedido de Dallagnol é insuficiente para abrir o procedimento contra o ministro.

Agora, o arrozão


Os escândalos de corrupção do mensalão e do petrolão não alteraram em nada o modus operandi de petistas no poder. A aprovação da compra de R$ 736 milhões de arroz por uma microempresa que vende queijos, de Macapá (PA), deixa clara a intenção de repetir escândalos que deram bilhões de dólares em prejuízo ao Brasil na era petista lula-Dilma. Detalhe: o dono da queijaria já confessou e foi condenado por prática de propina, em seu estado, em 2010.

Aborto, não!


Ao menos 340 deputados sinalizaram a partidos que vão aprovar o regime de urgência para votação do projeto que criminaliza o aborto em gestações acima de 22 semanas sob qualquer argumento. O assunto é pauta quente do Congresso desde que Alexandre de Moraes, atendendo ao Psol, deu liberdade para o assassinato de bebês após 7 meses de gestação.

Sem acordo


Enquanto Arthur Lira (PP-RN) demonstra firmeza com o andamento de pautas indigestas ao desgoverno e ao STF na Câmara, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), que preside o Senado, aumenta o volume de propostas de independência do Legislativo em suas gavetas. O projeto que acabaria que decisões monocráticas de ministros do STF é um deles. Empoeirado.

Mijando no poste


Mesmo mantendo em 54 mil o seu número de funcionários, em 10 anos, a Justiça do Trabalho aumentou em R$ 10 bilhões o seu custo para os brasileiros. Foi de R$ 13,1 bilhões, em 2014, para R$ 23,1 bilhões no ano passado.

Sabe por quê?


Lula nomeou Paulo Pimenta - o Montanha na lista de propinas da Odebrecht - como "ministro extraordinário" para a reconstrução do Rio Grande do Sul para:
a) Ajudar o governo estadual nas obras
b) Socorrer o povo gaúcho
c) Contribuir com empresários e o agro
d) Turbinar a campanha eleitoral dele ao governo do RS

FRASE


Do governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), sobre seu alinhamento político com Jair Bolsonaro. Ontem, no Fórum Esfera, em Guarujá.

“Eu sou bolsonarista e vou continuar sendo bolsonarista. Isso significa que eu sou conservador, sou liberal e acredito em um Brasil que vai ter economia de mercado, um Brasil que vai aproveitar o seu potencial, que vai fazer a transição energética. Vamos continuar acreditando no SUS gratuito, no SUS universal. Vamos continuar acreditando na educação gratuita e de qualidade.”
Tarcísio participou de evento em Guarujá. Foto: Divulgação/Grupo Esfera
MAIS POLÍTICA EM DIA
MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestões de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com