O vale-tudo para f… Sergio Morota tudo ok - 1086905 regiaonoroeste.com - O vale-tudo para f… Sergio Moro
Ter�a, 18 de Junho de 2024

O vale-tudo para f… Sergio Moro

Foto: Arquivo/Agência Senado
Sergio Moro, senador pelo Paraná
05/06/2024 as 06:34 | Brasil | Valdecir Cremon - Youtube Cremon Jornalista
Os quatro ministros da 1ª Turma do STF tornaram, ontem, o senador Sergio Moro (União Brasil-PR) réu por calúnia contra o ministro Gilmar Mendes em uma piada feita por ele em uma festa junina, em 2020. A gravação, vazada aos montes nas redes sociais pela extrema-esquerda, deixa bem clara a piada, encarada como crime pela Procuradoria-Geral da República.

Quem votou


Alexandre de Moraes, Cármen Lúcia, Luiz Fux, Cristiano Zanin e o próprio Flávio Dino, a tal vítima. Precisa desenhar?

Aborto é homicídio


A Câmara dos Deputados pode votar hoje um pedido de urgência, do deputado Sóstenes Cavalcante (PL-RJ), para a aprteciação direta em plenário de um projeto de lei que equipara aborto após 22 semanas de gestação ao crime de homicídio, com pena de 6 a 20 anos de prisão. Se passar, a assistolia fetal - proibida no Brasil para uso em animais, mas liberada por Alexandre de Moraes para bebês em gestações de 27 semanas - será definitivamente proibida.

Reações


Pipocou pela internet uma crítica já recorrente a lula. É que o presidente dos petistas insiste em passar pano para o grupo sanguinário Hamas e, desta vez, mentiu que o brasileiro Michel Nisenbaum faleceu quando, na verdade, foi assassinado. O Brasil não merece isso.

Batida em retirada


O governo de Brasília usa artimanhas políticas para empurrar seus interesses em arrecadar cada vez mais. Agora, com medo da rejeição do imposto das "brusinhas da Shein", de 20% sobre compras internacionais de até US$ 50, no Senado, os articuladores de lula retiraram a matéria da pauta na véspera da votação para, certamente, preparar sua votação na calada de uma noite de descuido da oposição.

Perto da cassação


Os deputados André Janones (Avante-MG), Fernanda Melchionna (Psol-RS) e Glauber Braga (Psol-RJ) terão seus casos de quebra de decoro analisados a partir de hoje pelo Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara. Há uma grande torcida para que os três sejam mandados para o espaço. Não farão nenhuma falta.

Defesa cerceada


O advogado Ralph Tórtima Filho ainda não teve acesso integral ao inquérito em que o empresário Roberto Mantovani, a mulher dele Renata Munarão e o genro do casal, Alex Zanatta, são acusados de agredir Alexandre de Moraes, no episódio do aeroporto de Roma (Itália), em junho do ano passado. Contra todo o devido processo legal, a defesa não pode ver, por exemplo, as imagens de câmeras de segurança do aeroporto.

Inexplicável


É incompreensível a subserviência da OAB nacional ao STF. A impressão que passa é que advogados, hoje, têm medo dos ministros.

Um suspiro de coerência


O PGR, Paulo Gonet, recorreu da decisão do ministro Dias Toffoli (STF), contra a anulação de decisões da 13ª Vara Federal de Curitiba (PR) pela condenação do empresário Marcelo Odebrecht, por corrupção, na operação Lava Jato. Gonet também quer que o caso seja julgado em plenário pelos super ministros.

Privatização de praias


Asseclas do governo petista, pendurados em cargos, como o ministro Alexandre Padilha (Relações Institucionais) e o saltitante senador Randolfe Rodrigues (sem partido-AC), insistem em mentir que o projeto que amplia a ação da Marinha em praias é uma privatização de praias.

Mijando no poste


Enquanto tenta taxar a compra de "brusinhas" pela internet, o governo dos petistas faz de conta que não vê a entrada desenfreada de pneus importados da China sem impostos. E hoje, quarta-feira, quer aprovar a instalação de cassinos no país, enquanto sabe que a maior parte das receitas de centenas de setores públicos depende de dinheiro de jogos comandados pela Caixa Econômica Federal.

Sabe por quê?


Alexandre de Moraes e a PF não acusaram os esquerdistas que invadiram a Assembleia Legislativa do Paraná, em Curitiba (PR), nesta semana, por atentado contra a democracia por:
a) São esquerdistas
b) São esquerdistas
c) São esquerdistas
d) Todas as anteriores

FRASE


de Michelle Bolsonaro, sobre a possível reversão da inelegibilidade de Jair Bolsonaro e sua volta à Presidência da República em 2026. Ontem, em entrevista ao site Pleno News.

"Parece até uma tentativa de diminuir a importância do nome do meu marido no cenário político nacional. Lamento dizer para esses “precoces”: o Jair está mais ativo do que nunca, nós estamos trabalhando para reverter as injustiças que ele vem sofrendo e eu acredito que ele será o nosso próximo presidente."
Michelle Bolsonaro prevê volta de Jair à Presidência. Foto: Arquivo/Presidência da República
MAIS POLÍTICA EM DIA
MAIS LIDAS
� vedada a transcri��o de qualquer material parcial ou integral sem autoriza��o pr�via da dire��o
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugest�o de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com