Terça, 18 de Junho de 2024

E agora, Xandão?

Foto: Reprodução/Instagram
Baderneiros da esquerda invadem a Alep
04/06/2024 as 06:13 | Brasil | Valdecir Cremon - Youtube Cremon Jornalista
Centenas de estudantes e professores declaradamente ligados à extrema-esquerda invadiram, depredaram e ameaçaram pessoas, ontem, na Assembleia Legislativa do Paraná, em Curitiba, para tentar impedir a votação de um projeto que coloca escolas públicas sob comando da iniciativa privada. Ninguém foi preso. Aguardando o STF mandar todos para a cadeia com argumento de que o ato foi uma ameaça à democracia e à soberania nacional, tentativa de golpe e outras baboseiras.

Projeto passou


Apesar da invasão, os esquerdistas não impediram que o projeto enviado pelo governador Ratinho Júnior (PSD) fosse votado e aprovado em primeiro turno com 39 votos favoráveis e 13 contrários, em votação pela internet. Agora, a matéria segue para análise da Comissão de Constituição e Justiça. Se passar, volta ao plenário para nova votação.

Seis por meia dúzia


A ministra Cármen Lúcia, indicada por lula a uma vaga do STF, tomou posse, ontem, na presidência do Tribunal Superior Eleitoral. Ela substitui Alexandre de Moraes. O mandato será de dois anos.

Primeiro discurso de dona Cármen


Combater redes sociais. Combater redes sociais. Combater redes sociais. Combater redes sociais. Combater redes sociais. Combater redes sociais. Combater redes sociais. Combater redes sociais. Combater redes sociais. Combater redes sociais. Combater redes sociais. Combater redes sociais. Combater redes sociais. Combater redes sociais. Combater redes sociais. E Combater redes sociais…

A serviço de Moraes


Dois meses após pedir o arquivamento do inquérito por falta de provas, a Polícia Federal indiciou o empresário Roberto Mantovani, a mulher dele Renata Munarão e o genro do casal, Alex Zanatta, pelo episódio das tais ofensas a Alexandre de Moraes e sua família, no aeroporto de Roma (Itália), em julho de 2023. Agora, a PF diz que imagens de câmeras do aeroporto comprovam que há provas de ofensas à família real do STF.

Tudo muito claro


O delegado Thiago Severo de Rezende, titular da PF, ganhou o cargo de oficial de ligação junto à Europol (Agência da União Europeia para a Cooperação Policial), em Haia, na Holanda, por um período de 2 anos. Foi ele quem indiciou a família de Roberto Mantovani. Precisa desenhar?

O troco


Três deputados - Coronel Ulysses (AC), Nicoletti (RR) e delegado Marcelo Freitas (MG) - todos do União Brasil - entraram com um projeto de lei na Câmara para obrigar o uso de câmeras corporais em parlamentares, juízes, ministros do governo lula e os do STF. Foi um protesto - ou um troco - diante da regulamentação do uso de câmeras corporais por policiais militares, pelo Ministério da Justiça, na semana passada.

Já era previsto


A Anacrim (Associação Nacional de Advogados Criminalistas) entrou com uma ação no STF para derrubar a lei aprovada no Congresso que impede as saidinhas temporárias de presos. O argumento: no Brasil não há prisão perpétua. A verdade: tudo pelo cliente.

Previsível


O Psol entrou com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade no STF para revogar a lei que criou o programa das escolas cívico-militares no Estado de São Paulo. Argumento: ferimento à Lei de Diretrizes e Bases da Educação. Verdade: politizar escolas.

Tudo por amigos


O primeiro ato de Magda Chambriard na presidência da Petrobras foi um presente à aviação comercial: a redução de 7,6% do preço médio do litro de querosene. Mais cerca de R$ 0,31 menos por litro.

Mijando no poste


Maria do Rosário - estrela cadente do PT do Rio Grande do Sul - revelou ao jornal O Globo que votou contra o veto de lula ao fim das saídas temporárias de presos para "evitar ataques rasteiros da extrema direita”. Ok!

Sabe por quê?


Por que lula mantém relações diplomáticas com países governados por ditadores, como Cuba, Venezuela, Rússia, Coreia do Norte e Nicarágua?
a) É amigo dos caras
b) É comunista
c) Quer o comunismo no Brasil
d) Todas as anteriores

FRASE


De Gilmar Mendes, sobre Alexandre de Moraes, ontem, na despedida do ex-presidente do TSE do cargo que ocupou desde 2022.

"Ele teve um papel singularíssimo. Foi o homem certo, no lugar certo, na hora certa. Em um momento de grave crise e agressão às instituições, ele soube impor limites e impedir que houvesse o comprometimento das eleições."
Gilmar Mendes e Moraes em sessão do STF. Foto: Secom/STF
MAIS POLÍTICA EM DIA
MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestões de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com