Terça, 18 de Junho de 2024

Santa Casa esclarece sobre Fake News e situação financeira

03/06/2024 as 06:30 | Fernandópolis | Da Redaçao
Um vídeo postado nas redes sociais, foi uma das formas encontradas pelo provedor da Santa Casa de Fernandópolis, Marcus Chaer, acompanhado pela diretora clinica do hospital, Priscila Catelan e com chefe do serviços do IAcor Rodrigo Araújo, para esclarecer sobre a veiculação de notícias falsas “fake News” sobre greve de médicos e outros problemas dentro da entidade.

A Santa Casa de Fernandópolis pede à população que não dê espaço para a desinformação e aos fake news. E garantir sempre a informação correta e verídica as ações e condutas no hospital.

Um dos pontos esclarecidos foi sobre a situação financeira do hospital que vem de décadas e não foi criada pela atual gestão, de forma que, para muitos oportunistas, fica a ideia de que os problemas financeiros são de agora e de total responsabilidade da atual gestão, fato que não é verdade.


No vídeo, Marcus Chaer menciona um importante recado à população sobre algumas desinformações e fake news que vêm sendo veiculadas, principalmente em relação aos médicos e à situação da Santa Casa.

Primeiramente, é importante esclarecer que a informação de que a Dra. Priscila teria parado os atendimentos de ginecologia para fazer atendimento exclusivo na Santa Casa é falsa. Isso não procede. Em uma reunião com todo o corpo clínico, incluindo médicos e a própria Dra. Priscila, foram discutidas questões sobre atrasos frequentes nos pagamentos, uma situação antiga da instituição. Nessa reunião, foi acordado documentar a suspensão e o eventual reagendamento das cirurgias eletivas até que esses atrasos fossem resolvidos.

É fundamental destacar que os médicos não devem ser vistos como vilões ou mercenários. Durante a recuperação judicial da Santa Casa, a maioria dos credores eram médicos que votaram a favor do plano de recuperação, aceitando parcelamentos de até 10 anos. Isso demonstra um grande comprometimento com a situação da Santa Casa.

“A Santa Casa está em recuperação judicial, mas continua ativa graças ao comprometimento dos profissionais, médicos, residentes, funcionários, voluntários e doadores. A situação financeira é delicada, e a Santa Casa tem enfrentado dificuldades há décadas, incluindo uma intervenção judicial e a pandemia de COVID-19”, disse.

Apesar dos desafios, a Santa Casa está de pé devido ao esforço coletivo dos profissionais que, muitas vezes, precisam resolver problemas internamente. O hospital precisa de apoio contínuo para honrar os pagamentos aos profissionais e fornecedores, garantindo a continuidade dos serviços à população.

“É importante lembrar que a desinformação prejudica todos, especialmente a população que depende dos serviços da Santa Casa. Mesmo aqueles que têm recursos financeiros são afetados pela situação crítica do hospital. Com colaboração interna e externa, a Santa Casa espera superar os desafios e continuar prestando serviços essenciais à comunidade”, concluiu Marcus Chaer.

ASSISTA O VÍDEO NA ÍNTEGRA

MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestões de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com