Domingo, 23 de Junho de 2024

A casa está caindo

Foto: Agência Câmara
Jean Paul Prates, ex-presidente da Petrobras
15/05/2024 as 06:34 | Brasil | Valdecir Cremon - Youtube Cremon Jornalista
Demorou bastante, mas o presidente dos petistas finalmente decidiu demitir do cargo o presidente da Petrobras, Jean Paul Prates, após desentendimentos dele com os ministros Alexandre Silveira (Minas e Energia) e Ruim Costa (Casa Civil) no episódio do pagamento de dividendos da empresa, no valor de R$ 43,9 bilhões, a acionistas. A engenheira Magda Chambriard, ex-diretora-geral da Agência Nacional de Petróleo (ANP), durante o governo de Dilma Rousseff, vai assumir o cargo de Prates

Alguém saiu ganhando


Como esta coluna disse ontem, a desvalorização da Petrobras em mais de 40%, em apenas um dia, no mês de março, fez derreter papéis da empresa em bolsas de valores pelo mundo. E milhões de ações foram negociadas em um ritmo alucinante nos dias que se seguiram. Mas, quem compraria ações desvalorizadas? Humm…

Anote isso:


Lula autorizou gasto de R$ 1 bilhão com a importação de arroz, pela Conab, até o final deste ano. Argentina, Uruguai e Paraguai - que poderiam servir o Brasil - já venderam a safra colhida e a deste ano para compradores da Europa. Como produtor do cereal com capacidade de exportação sobra a Venezuela, do amigão Maduro. Entendeu?

Diga-me com quem andas…


A jornalista Michele Prado deve ser ouvida, nos próximos dias, na Câmara, para explicar o complicado caso das pesquisas da USP que geraram um bate-boca entre ela e a apresentadora da Globonews, Daniela Lima, na semana passada, dias antes da demissão da jornalista. Dizem em Brasília que Michele corre risco de morte por saber demais, inclusive sobre a atuação de Janja da Silva em uma tal milícia digital.

Globo, a protegida


A Câmara dos Deputados adiou, ontem à noite, a votação de um projeto de lei que cria impostos sobre a veiculação de filmes e canais de televisão por meio da internet, com foco específico sobre a Netflix e o Youtube… e isenção total à Globoplay. A retirada da pauta, em regime de urgência, partiu do relator André Figueiredo (PDT-CE), após forte pressão de deputados da oposição.

Saúde de Bolsonaro


A médica Nise Yamaguchi - uma das oncologistas mais respeitadas do mundo - publicou no X-Twitter uma foto ao lado de Jair Bolsonaro, em um corredor do Hospital Nova Star, em São Paulo (SP), e destacou que ele "está ótimo" e terá alta médica nesta quarta (15).

Ajuda internacional


A Agência Norte-Americana para o Desenvolvimento Internacional vai enviar, nesta semana, US$ 150 mil em doações ao Rio Grande do Sul para a compra de medicamentos. Ontem, um avião com 30 toneladas de doações para as famílias gaúchas decolou de Portugal em direção ao Brasil.

Tudo normal para o PT


A viagem do deputado federal João Daniel, do PT de Sergipe, à Palestina, para encontro com líderes do Hamas, na semana passada, é normal para o Partido dos Trabalhadores. Mesmo com a "assessoria" de Sayid Tenório, aquele ex-assessor do governo Lula que zombou de uma mulher israelense estuprada pelos terroristas, em outubro do ano passado.

Perseguição?


O governo do Rio Grande do Sul - aliado político do governo extremista de lula e seus 40 - retirou Farroupilha da lista das cidades em estado de calamidade pública. A retaliação ocorre poucos dias depois do prefeito da cidade Fabiano Feltrin (PP) divulgar um telefonema em que cobra o ministro da Propaganda, Paulo Pimenta, sobre ajuda federal. Pimenta acusou Feltrin de "lacrar" na internet.

Pimenta mais forte


Lula deve anunciar, hoje, no Rio Grande do Sul, a graduação de Paulo Pimenta como ministro extraordinário da reconstrução. Extraordinário!

Mijando no poste


Historicamente, a extrema-esquerda brasileira combateu as Forças Armadas, inclusive com a montagem de grupos de guerrilha, nas décadas de 1960 e 70. Hoje, sem nenhuma explicação aceitável, as FAA batem continência a esquerdistas e esquerdistas dizem defender militares.

FRASE


Do deputado Gilvan da Federal (PL-ES), em resposta a Paulo Pimenta, sobre ameaça de investigação, pela Polícia Federal, em postagens críticas à atuação das Forças Armadas e de órgãos do governo de Brasília no socorro às vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul. Ontem, em reunião da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado, na Câmara dos Deputados.

"Paulo Pimenta que disse que vai colocar todos aqueles que falarem que no Rio Grande do Sul é civil salvando civil, é o povo pelo povo, eu digo ao Paulo Pimenta que pode me colocar na Polícia Federal porque é o povo pelo povo, é civil salvando civil."
Gilvan Aguiar, da Federal. Foto: Agência Câmara
MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestões de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com