Quarta, 24 de Abril de 2024

Vereador é afastado de Câmara Municipal após acusação de estupro

03/04/2024 as 08:22 | Estado de São Paulo | DCM
A Comissão Permanente de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara de Votorantim, no interior de São Paulo, tomou uma decisão significativa: o afastamento do presidente da Casa, Thiago Schiming (PSDB), foi decidido. Esta ação é uma resposta às investigações sobre quebra de decoro no caso de estupro envolvendo a prefeita da cidade, Fabíola Alves.

De acordo com o relatório final divulgado, Thiago Schiming teria violado diversos aspectos do Código de Ética. Como resultado, a comissão recomendou seu afastamento, com suspensão proporcional do salário.

O relatório, elaborado pelo vereador Rogério Lima (Progressistas), obteve cinco votos favoráveis dos vereadores Zelão (PT), Pastor Lilo (União Brasil), Ita (Cidadania), Rogério Lima e Robson Vasco (PSDB). No entanto, Mauro dos Materiais (PTB) e Cirineu Barbosa (PMN) votaram contra a recomendação. Luciano Silva (Podemos) não compareceu à sessão.

O afastamento terá a duração de 60 dias, iniciando-se nesta quarta-feira (3), segundo o Metrópoles. Durante esse período, a cadeira será ocupada pelo vice-presidente, Cirineu Barbosa. Em dezembro do ano passado, a mesma Comissão de Ética e Decoro da Câmara de Votorantim havia decidido pelo afastamento de Thiago Schiming da presidência do Legislativo. Contudo, essa decisão foi revertida judicialmente.
MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestões de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com