Quarta, 24 de Abril de 2024

Motociclista fica ferido ao cair em ondulações no asfalto de rodovia

26/02/2024 as 16:25 | S. J. do Rio Preto | Gazeta do Interior
Um motociclista de Potirendaba (SP), ficou ferido depois de cair em um dos buracos da rodovia Washington Luís, na noite deste ultimo domingo, (25/02/2024), no quilômetro 433, próximo ao bairro Vila Toninho, em São José do Rio Preto (SP).

Segundo informações da Gazeta, o cabeleireiro, Antônio José Oliveira Lima, seguia para Rio Preto, onde buscaria a namorada no serviço, quando acabou caindo em uma ondulação da via, por volta das 19h40. Por muito pouco ele conta que não foi atropelado por um veículo, que vinha logo atrás.

"Eu estava muito devagar e ainda reduzi quando vi o buraco, pois se tivesse em alta velocidade, algo pior poderia ter acontecido. Eu ainda tentei segurar a moto, mas não dei conta e acabei caindo no meio da rodovia", explica.

Antônio sofreu várias lesões pelo corpo e foi socorrido por equipes de resgate da concessionária que administra a rodovia. Ele foi levado para a UPA Tangará, onde recebeu atendimento médico e em seguida foi liberado.

Os principais ferimentos de Antônio foram nas mãos, suas ferramentas de trabalho, e, por causa disso, vai ficar vários dias sem trabalhar. A moto dele, ficou bastante destruída, tendo ainda mais prejuízo.

"Estou com as mãos enfaixadas e não sei quando vou voltar ao trabalho. Só agradeço a Deus por não ter acontecido nada mais grave", finaliza.

A situação crítica de conservação da Washington Luís já foi mostrada várias vezes aqui na Gazeta, que também é alvo de investigação do Ministério Público. O promotor Sérgio Clementino exigiu que a concessionária que administra o trecho desse explicações sobre os problemas apresentados no asfalto, que foi recentemente recapeado.

Procurada pela Gazeta, a concessionária EcoNoreste disse em nota que, desde que assumiu a concessão, há 9 meses, foram cumpridas as obrigações de melhorias previstas no Plano de Adequação Inicial (PAI), cujo objetivo foi identificar e sanar patologias preexistentes. “Esses investimentos iniciais foram realizados pela Econoroeste na região de São José do Rio Preto, com a aplicação de mais de 13 mil toneladas de massa asfáltica em serviços de fresagem e recomposição do pavimento, 25 mil m² de serviços de microfresagem e microrevestimento asfáltico”, disse a empresa.
MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestões de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com