Quinta, 30 de Maio de 2024

Chega a 31 nº de mortos pela PM em operação desde início de fevereiro

22/02/2024 as 08:31 | Estado de São Paulo | Metrópoles
O número de mortos pela Polícia Militar (PM) após o assassinato do soldado Samuel Wesley Cosmo, no último dia 2, chegou a 31 nesta quarta-feira (21/2). Caso sejam considerados os casos desde 26 de janeiro, depois da morte do policial Marcelo Augusto da Silva, então são 44 mortos por PMs nas cidades da região metropolitana da Baixada Santista.

A morte em suposto confronto com a PM aconteceu em Santos e foi registrada pelo Grupo de Atuação Especial da Segurança Pública e Controle Externo da Atividade Policial (Gaesp), do Ministério Público de São Paulo. Foi a quarta na principal cidade da Baixada Santista só nos últimos três dias.

Os dados do Gaesp mostram também outras três mortes ocorridas em Mongaguá e Itanhaém. Com elas, sobem para 34 o número de pessoas mortas em supostos confrontos com a corporação nas nove cidades da região metropolitana da Baixada Santista.

Questionada desde o início da tarde a respeito da ocorrência, a Polícia Militar afirmou à noite que as informações seriam divulgadas pela Secretaria da Segurança Pública (SSP).

Reação
Alvo de críticas e de uma apelação na Organização das Nações Unidas (ONU), a operação realizada pela Polícia Militar para capturar assassinos de PMs foi rebatizada neste ano, no litoral paulista, mas tem se mostrado ainda mais letal, proporcionalmente, do que a deflagrada em 2023, após a primeira morte de um soldado das Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar (Rota) em serviço desde 1999, no Guarujá.

Oficialmente, sai o nome Operação Escudo, instituída no ano passado pelo governo Tarcísio de Freitas (Republicanos) para ser deflagrada sempre que um policial militar é assassinado — foram 38 operações em 2023, segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP) —, e entra a Operação Verão, historicamente realizada todos os anos durante a estação de calor para coibir crimes nas áreas frequentadas por turistas das cidades litorâneas.
MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestões de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com