Segunda, 22 de Abril de 2024

Lula pode tudo

Foto: Divulgação/Presidência da República
07/02/2024 as 06:43 | Brasil | Valdecir Cremon
Lula é um dos poucos brasileiros que podem fazer tudo o que lhe der na cabeça. Não acontece nada com ele. Nesta terça-feira (6), ele voltou a chamar o ex-presidente Jair Bolsonaro de “maluco, aloprado e ignorante” durante discurso em evento oficial em Belford Roxo (RJ). Sem apresentar nenhuma prova, disse que Bolsonaro deixou mais de 87 mil obras inacabadas pelo país, sendo 10 mil creches. E também acusou Bolsonaro de ser responsável por 700 mil mortes na pandemia da Covid-19.

Faça as contas


Se houvesse mesmo 87 mil obras incompletas, quantas haveria em sua cidade. Divida os 87 mil para 5.565 municípios. Ah, se fosse Bolsonaro…

Recuo oficial


Demorou, mas o ministro da Arrecadação, Fernando Haddad, recuou da ideia de reonerar a folha de pagamento de 17 setores da economia por meio de Medida Provisória. Ontem, depois de ser convencido de que o governo perderia feio a batalha no plenário, ele aceitou que o tema seja decidido em projeto de lei

Jogo de cena


Lula mandou publicar no Diário Oficial desta terça-feira mais uma bondade de seu governo aos pobres. Um decreto isenta de Imposto de Renda quem ganha até dois salários mínimos. A taxa sai de R$ 2.112 para R$ 2.225. Asim, quem ganha até R$ 2.824 não pagará o imposto. Ou seja, tudo o que ele e Haddad disseram até agora era uma jogada para, com o decreto, posar de bonzinhos.

Sentiu


O procurador geral da República, Paulo Gonet, sentiu a pressão das críticas sobre sua inércia, ou complacência, com as decisões do ministro do STF, Dias Toffoli, que anda perdoando multas de milionários - aqueles corruptores de políticos corruptos, também defendidos pelo ministro. Ontem, ele entrou com um pedido no STF para que a pauta seja decidida em plenário e que Toffoli seja impedido de atuar nos processos, por exemplo, que favorecem a J&F, de Wesley e Joesley Batista.

O porta-voz


O ministro Paulo Pimenta (Secretaria de Comunicação da Presidência da República, disse ontem ao portal Poder360 que ONG Transparência Internacional perseguiu Lula na época de sua prisão, em 2018, pelos crimes que cometeu - descobertos pela Lava Jato - e que apoiou o impeachment de Dilma Rousseff dois anos antes. Porta-voz do caos, Pimenta joga o jogo de desqualificar o acusador para não discutir a acusação. A ONG revelou ao mundo que o Brasil piorou no conceito corrupção neste mandato de Lula.

Intimidação, não!


O presidente da Transparência Internacional, François Valérian, assinou uma nota oficial, nesta terça, para afirmar que a investigação determinada por Dias Toffoli, nas segunda, atra saber se a ONG recebeu dinheiro público, não intimidou a entidade. E anunciou que vai manter levantamentos sobre facilitações à corrupção e benefícios a corruptos no Brasil.

Ele vai!


Jair Bolsonaro confirmou, nesta terça-feira, que irá “sem falta” ao ato previsto atra hoje na praia de São Sebastião, no litoral norte de São Paulo (SP), mesmo com o cancelamento do depoimento marcado para a data, pela Polícia Federal, para depor no absurdo inquérito de importunação de uma baleia, em setembro do ano passado, O ato será de encontro com apoiadores. O depoimento foi marcado para 27 de fevereiro.

FRASE


Do presidente da ONG Transparência Internacional, sediada em Berlim, François Valérian, sobre ameaças do STF contra seu trabalho de levantamento a governos que contribuem com a corrupção. Ontem, em nota publicada na internet.

“Não seremos intimidados e o nosso compromisso de nos manifestarmos contra a corrupção permanece firme.”
Divulgação/Transparência Internacional
MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestões de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com