Lula recusa convite de Putin para ir a frum econmico - regiaonoroeste.com
Segunda, 29 de Maio de 2023

Lula recusa convite de Putin para ir a frum econmico

26/05/2023 as 14:13 | Brasil | Agncia Brasil
O presidente Luiz Incio Lula da Silva conversou, por telefone, com o presidente da Rssia, Vladimir Putin, e reforou a posio do Brasil para as negociaes de um acordo de paz entre russos e ucranianos. Lula recusou o convite de Putin para ir ao Frum Econmico Internacional de So Petersburgo, evento que ocorre desde 1997 na cidade russa. A edio de 2023 ser entre 14 e 17 de julho.

Desde o incio do mandato, Lula articula com diversos pases apoio para o fim do conflito na Ucrnia.

Agradeci a um convite para ir ao Frum Econmico Internacional de So Petersburgo, e respondi que no posso ir Rssia nesse momento, mas reiterei a disposio do Brasil, junto com a ndia, Indonsia e China, de conversar com ambos os lados do conflito em busca da paz, escreveu o presidente em publicao nas redes sociais.

No ltimo fim de semana, Lula esteve no Japo para participar da Cpula do G7, grupo formado por sete dos pases mais industrializados do mundo (Alemanha, Canad, Estados Unidos, Frana, Itlia, Japo e Reino Unido). O brasileiro teve uma srie de encontros bilaterais, e o conflito entre russos e ucranianos esteve na mesa de discusses.

Nesta semana, Lula tambm tratou por telefone com o presidente da China, Xi Jinping, sobre a situao da guerra na Ucrnia.

O presidente da Ucrnia, Volodymyr Zelensky, tambm esteve no Japo e participou de uma das sesses de debates do G7 sobre paz e prosperidade. Houve tentativa de reunio bilateral entre Lula e Zelensky, mas no foi possvel por dificuldade na conciliao das agendas dos dois lderes.

No G7, Lula manteve sua posio sobre a guerra na Ucrnia, condenando a invaso territorial do pas pela Rssia. Segundo o presidente brasileiro, apesar dos esforos, neste momento, no h interesse das partes em falar sobre a paz.

Para Lula, para que haja negociao, os dois lados tero que ceder em alguma medida. O Celso Amorim [assessor internacional da Presidncia] foi l na Rssia e depois na Ucrnia. E o Amorim falou que, por enquanto, eles no querem conversar sobre paz. Se um tem uma proposta, a rendio do outro, se o outro tem uma proposta, a rendio do primeiro. E ningum vai se render. Negociao no rendimento e vai ter um momento que vo querer uma negociao, disse em coletiva de imprensa, no Japo.
MAIS LIDAS
� vedada a transcri��o de qualquer material parcial ou integral sem autoriza��o pr�via da dire��o
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugest�o de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com