Warning: file_put_contents(): Only 0 of 18 bytes written, possibly out of free disk space in /home/regiaono/public_html/materias/redirect.php on line 88
ONU alerta para risco iminente de escassez de gua em nvel global - regiaonoroeste.com
Quarta, 31 de Maio de 2023

ONU alerta para risco iminente de escassez de gua em nvel global

22/03/2023 as 14:00 | Mundo | RTP
No Dia Mundial da gua, comemorado nesta quarta-feira (22), a Organizao das Naes Unidas (ONU) alerta para o "risco iminente" de uma crise global de escassez, devido ao consumo excessivo e s mudanas climticas. Na Conferncia da gua de 2023, que comea hoje em Nova York, a ONU pretende alcanar compromissos mundiais para mudar o paradigma de gesto.

A gua inicia guerras, apaga incndios e fundamental para a sobrevivncia humana, mas garantir o acesso a todos depende em grande parte da melhoria da cooperao, diz o novo relatrio da ONU publicado nessa tera-feira.

O Relatrio Mundial de Desenvolvimento da gua, que destaca as formas que os atores tm para superar juntos os desafios comuns, alerta para o caminho perigoso que as populaes esto seguindo, de excesso de consumo e desenvolvimento vamprico. Em nvel global, cerca de 2 bilhes de pessoas no tm gua potvel de qualidade e 3,6 bilhes no tm acesso a saneamento, afirma o documento.

A ONU conclui, no documento, que a populao urbana global j enfrenta escassez de gua, o que ir duplicar, segundo as estimativas. Alm disso, cada vez mais frequente, a incidncia de secas extremas e prolongadas tambm afeta os ecossistemas. Por isso, urgente estabelecer mecanismos internacionais fortes para evitar que a crise global da gua saia de controle, destaca no relatrio a Organizao das Naes Unidas para a Educao, a Cincia e a Cultura (Unesco). A gua o nosso futuro comum e essencial agir para partilhar equitativamente e gerir de forma sustentvel, acrescenta.

Guerras pela gua
Um dos autores do relatrio, Richard Connor afirmou, em entrevista, que "as incertezas esto aumentando", no que diz respeito sustentabilidade da gua.

"Se no resolvermos isso, vai haver definitivamente uma crise global", disse o editor do relatrio, referindo-se crescente escassez que se reflete na reduo da disponibilidade e o aumento da procura, desde o crescimento urbano e industrial at agricultura (que consome 70% da produo mundial).

Nesse sentido, importante construir parcerias e cooperao "para garantir o direito humano gua e superar os desafios existentes".

De acordo com Connor, "a escassez econmica de gua um grande problema, na qual os governos falham em fornecer acesso seguro, como na frica".

Sobre uma potencial "crise global" e a possveis "guerras pela gua", o representante da ONU garantiu que esse recurso natural essencial vida e "tende a conduzir paz e cooperao, e no a conflitos".

A cooperao transfronteiria a "principal ferramenta para evitar conflitos e tenses crescentes", uma vez que 153 pases partilham quase 900 rios, lagos e sistemas aquferos, e mais da metade deles assinou acordos de cooperao.

No relatrio, os autores indicam formas de acelerar o progresso para alcanar as metas de 2030. Afirmam que isso depende do "aprimoramento da cooperao positiva e significativa entre comunidades de gua, saneamento e desenvolvimento mais amplo".

A cooperao o corao do desenvolvimento sustentvel, e a gua um conector imensamente poderoso, disse Johannes Cullmann, assessor cientfico da Organizao Meteorolgica Mundial, no relatrio.

No devemos negociar a gua; devemos debater sobre como us-la. A gua um direito humano".

gua no mercadoria
De acordo com especialistas independentes da ONU, que fizeram o novo relatrio, a gua tem de ser "gerida como bem comum, no como mercadoria".

Considerar a gua uma mercadoria ou uma oportunidade de negcio vai deixar para trs os que no tm acesso ou no podem pagar os preos de mercado, justificam, acrescentando que s se pode alcanar os compromissos estabalecidos de forma eficaz se as comunidades e os direitos humanos estiverem no centro das discusses.

hora de parar com a abordagem tecnocrtica da gua e considerar as ideias, os conhecimentos e as solues dos povos indgenas e comunidades locais que conhecem os ecossistemas aquticos locais para garantir a sustentabilidade da agenda da gua.

A mercantilizao vai inviabilizar a realizao dos compromissos e dificultar os esforos para resolver a crise global de gua.

Conferncia da gua
Pelo menos 12 chefes de Estado e de Governo, cerca de 80 ministros, altos funcionrios governamentais e mais de 6,5 mil representantes da sociedade civil vo participar da Conferncia da gua, que vai at sexta-feira (24) com o tema "gua para o Desenvolvimento Sustentvel".

O encontro pretende definir uma nova agenda de ao para a gua, dentro dos Objetivos para o Desenvolvimento Sustentvel das Naes Unidas, especialmente no que diz respeito ao objetivo 6 - gua potvel e saneamento.

Segundo o secretrio-geral da ONU, Antnio Gueterres, o encontro deve resultar numa ousada agenda de ao que d fora vital do mundo o compromisso que ela merece.

Para o secretrio, so urgentes os compromissos e as aes em reas que vo desde a proteo dos aquferos, o combate poluio, o abastecimento de gua potvel ou a integrao das polticas hdricas com as polticas climticas.

Ao contrrio de outras conferncias das Naes Unidas, nesta os pases no iro negociar um grande acordo global, mas tentar alcanar compromissos voluntrios concretos de governos, empresas e outros atores.
MAIS LIDAS
� vedada a transcri��o de qualquer material parcial ou integral sem autoriza��o pr�via da dire��o
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugest�o de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com