Fotgrafo salva cachorro aps lutar com sucuri em represa - regiaonoroeste.com
Quarta, 29 de Marco de 2023

Fotgrafo salva cachorro aps lutar com sucuri em represa

17/03/2023 as 14:13 | Regio | Gazeta do Interior
Um fotgrafo e ambientalista do municpio de Novais (SP), relata os momentos de terror que viveu aps salvar seu cachorro de um ataque de uma sucuri de mais de 7 metros, em uma represa da cidade. Jos Alaor Gomes tambm foi atacado e precisou passar por atendimento mdico.

Jos, que percorre matas da regio fotografando animais, conta que, como de costume, estava em uma represa da cidade, no dia 17/02, acompanhado de seu co Zeus - pastor alemo que est com ele h dois anos e meio.

O Zeus gosta muito de nadar e estava nadando na represa, quando, de repente, eu vi ele afundar como se tivesse tido um mal sbito ou algo do tipo. De imediato eu at imaginei que pudesse ser alguma armadilha para capivaras, onde no pensei duas vezes e j mergulhei para tirar ele da gua. Quando eu puxei ele para cima, eu vi a cobra enrolada nele, conta.

O fotgrafo afirma que lutou com a cobra por cerca de 40 minutos, at conseguir soltar o cachorro que pesa cerca de 45 quilos. Quando eu consegui soltar o Zeus, ela atacou minha mo. Felizmente eu estava com um faco na cintura e consegui bater nela, at que ela tambm me soltasse, diz Alaor, que afirma que a serpente tinha mais de sete metros de comprimento.

Aps sair do lago, Jos foi para casa e buscou atendimento mdico para ele e socorro veterinrio para o co. Por causa do ataque da cobra, humano e animal sofreram infeces e precisaram tomar antibiticos, porm, felizmente j esto bem.

Com 47 anos de idade, o fotgrafo diz que nunca imaginou que pudesse passar por uma experincia to traumtica como esta, em toda sua vida e que est tendo pesadelos noite aps o ataque.

Eu nunca imaginei que, dentro da cidade, eu pudesse sofrer um ataque to brutal por um animal desse porte. Gostaria que meu caso servisse de alerta para todas as pessoas e que tomem cuidado com seus animais, principalmente perto de lagos e represas, sempre andar com coleiras e jamais deix-los sozinhos, alerta.

Sucuris: as maiores serpentes do mundo
Segundo o Instituto Butantan, as sucuris, tambm conhecidas como anacondas, pertencem ao gnero Eunectes, que faz parte da famlia Boidae, grupo que tambm engloba as jiboias, salamantas e periquitamboias. Isso significa que o nome popular sucuri no designa uma nica espcie, mas, sim, um conjunto de quatro espcies que habitam a Amrica do Sul (trs delas vivem em territrio brasileiro).

Apesar de serem evolutivamente da mesma famlia, jibias, sucuris e periquitamboias so serpentes que diferem bastantes entre si na aparncia, hbitos e tamanho. Porm, tambm possuem algumas semelhanas, como o fato de no serem peonhentas.

As sucuris so as maiores serpentes do mundo em termos de massa, alm de disputarem o recorde de serpente mais longa do planeta com a tambm gigante pton-malaia.

Assim como as demais serpentes, as sucuris crescem durante toda a sua vida. Sucuris grandes, com mais de cinco ou seis metros, so animais raros de serem encontrados. Demora uns bons anos para que, na natureza, um animal atinja esse tamanho, afirma o tcnico do Laboratrio de Herpetologia do Instituto Butantan, Daniel Stuginski.

As sucuris geralmente caam por espreita, emboscando possveis presas prximas s margens dos rios. Apesar de no possurem peonha, elas so animais de porte grande e usam de sua fora como principal artifcio para caar. Elas se enrolam ao redor da presa, constringindo-a. Dessa forma, o animal fica imobilizado, abatido por consequncia da asfixia ou do choque cardiorrespiratrio e, depois, engolido pela serpente.

As sucuris so capazes de se alimentar de presas de grande tamanho. Animais como jacars, capivaras, porcos-do-mato e at mesmo antas jovens podem ser predados por sucuris explica Daniel.

Por serem oportunistas e caarem por espreita, as sucuris, de maneira geral, no se alimentam muito frequentemente. Dependendo do caso, uma sucuri adulta consegue passar o ano fazendo com poucas refeies, com trs ou quatro grandes refeies. Isso porque, alm de serem capazes de ingerir presas grandes, as taxas metablicas desses animais so baixas. Ou seja, elas so timas em economizar energia, completa o cientista do Butantan.

Ainda que algumas sucuris possam atingir um grande tamanho e ter fora suficiente para predar um humano adulto, no fazemos parte do cardpio delas. Apesar de no podermos descartar a possibilidade de um animal excepcionalmente grande ser capaz de ingerir um humano, em especial crianas ou adultos pequenos, isso no , de forma alguma ocorrncia rotineira.

O fato que ns, seres humanos, que somos os grandes predadores nesta relao, perseguindo e exterminando uma enorme quantidade de sucuris e outras serpentes todos os anos, por conta do nosso medo e, principalmente, do pouco conhecimento em relao a esses incrveis animais, finaliza Daniel.
MAIS LIDAS
� vedada a transcri��o de qualquer material parcial ou integral sem autoriza��o pr�via da dire��o
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugest�o de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com