Nmero de mortes em rodovias federais de SP volta a subir - regiaonoroeste.com
Quarta, 29 de Marco de 2023

Nmero de mortes em rodovias federais de SP volta a subir

08/02/2023 as 06:00 | Estado de So Paulo | Metrpoles
Com um acidente a cada 2 horas, o nmero de mortes e de pessoas gravemente feridas em rodovias federais voltou a subir em So Paulo, segundo dados da Polcia Rodoviria Federal (PRF), obtidos pelo Metrpoles.

De acordo com o balano, foram registrados, ao todo, 4.371 acidentes no ano passado, 2% a mais que os 4.292 casos registrados em 2021.

As ocorrncias nas estradas federais resultaram em 223 mortes e 740 pessoas gravemente feridas em 2022. No ano anterior, haviam sido 219 bitos e 671 leses graves.

Uma das vtimas o cantor sertanejo Aleksandro, morto em um acidente de nibus na Rodovia Rgis Bittencourt (BR-116), em Miracatu, interior de So Paulo, em maio de 2022.

Na ocasio, o veculo tombou aps o pneu dianteiro estourar e outras cinco pessoas morreram.

A Rgis Bittencourt a que mais concentra acidentes graves, segundo os dados, com 73% das mortes em estradas federais de So Paulo. No total, a rodovia registrou 3.164 casos, com 521 feridos e 163 bitos.

Foi na Rgis Bittencourt que duas crianas morreram, em setembro de 2022, aps o veculo onde estavam sofrer uma pane mecnica. Parado na pista, na altura da cidade de Registro, na regio de Sorocaba, o veculo acabou atingido por outro carro e por um caminho.

J em outubro passado, o empresrio Joo Luiz Quagliato, de 44 anos, morreu depois de bater sua BMW X3 na traseira de um caminho na Rodovia Transbrasiliana (BR-153), prximo cidade de Campos Novos Paulista, tambm no interior. Ao todo, a rodovia registrou 18 bitos.

Cenrio preocupante
No Brasil, o nmero de mortes em rodovias federais chegou a 5.426 em 2022, de acordo com o balano. Foram 64.255 acidentes registrados, no total, que resultaram ainda em 18.063 leses graves.

Entre as unidades federativas, So Paulo ocupa o 9 lugar em maior nmero de mortes em acidentes de trnsito nas rodovias federais. Os trs piores colocados so Minas Gerais (699), Paran (527) e Bahia (525).

Especialista em Medicina do Trfego, Alysson Coimbra avalia que o cenrio de acidentes em So Paulo preocupante, mas no chega a ser uma surpresa. Ele cobra mudanas na poltica nacional de trnsito e maior rigidez em relao a motoristas infratores.

A agressividade e imprudncia dos motoristas, evidenciadas no desrespeito s regras de trnsito e no excesso de velocidade nas rodovias, explica essa alta mesmo com uma certa estabilidade no nmero de acidentes, diz o especialista, que diretor cientfico da Associao Mineira de Medicina do Trfego (Ammetra).

O Metrpoles procurou a PRF-SP para comentar os dados e falar das medidas adotadas para reduzir acidentes, mas ainda no obteve resposta. O espao segue aberto para manifestao.
MAIS LIDAS
� vedada a transcri��o de qualquer material parcial ou integral sem autoriza��o pr�via da dire��o
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugest�o de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com