Neymar ter que depor em caso de agiotagem, lavagem e receptao - regiaonoroeste.com
Terca, 21 de Marco de 2023

Neymar ter que depor em caso de agiotagem, lavagem e receptao

28/01/2023 as 12:31 | Mundo | Estado
O craque brasileiro Neymar ser intimado pela Polcia Civil do Distrito Federal (PCDF) a depor como testemunha em uma investigao sobre agiotagem, lavagem de dinheiro e receptao de joias.

A intimao ao craque do Paris Saint-Germain resultado da Operao Huitaca, que prendeu temporariamente nesta sexta-feira trs pessoas associadas ao esquema. Segundo a polcia, o camisa 10 da seleo brasileira adquiriu joias de um dos alvos da ao.

"A autoridade policial da Corpatri (Coordenao de Represso aos Crimes Patrimoniais) informa que providenciar a intimao do jogador de futebol brasileiro Neymar da Silva Santos Jnior, 30 anos, para, na condio de testemunha, prestar informaes sobre duas joias adquiridas de um dos alvos da operao de hoje", disse a polcia.

De acordo com as apuraes, os envolvidos so donos de um cassino de poker em guas Claras, por meio do qual tambm realizavam agiotagem, mirando jogadores que se endividaram nas partidas de poker.

"Um dos presos j se envolveu em delitos de extorso, receptao, furto e homicdio. Um dos alvos, que est cumprindo priso domiciliar, j considerado foragido e ainda procurado por equipes da PCDF", destaca Fernando Cocito, Delegado-Chefe da Diviso de Represso a Roubos e Furtos.

Foram sequestrados, por ordem judicial, dois veculos importados, da marca Porsche e Land Rover, e uma lancha de 50 ps, avaliados em R$ 2 milhes. Tambm foi determinado o bloqueio de valores em cinco contas dos investigados, no montante de R$ 16 milhes.

"A lavagem do dinheiro da agiotagem e da receptao das joias e pedras preciosas acontecia por intermdio das contas de seis empresas de fachada, situadas em Braslia e Goinia, e d conta de um testa de ferro, que tambm foi preso. Estima-se que, entre 2019 e 2021, o grupo criminoso lavou R$ 16 milhes", explica Cocito.

Procurada, a assessoria de imprensa de Neymar afirmou que "no tinha conhecimento sobre o assunto" e ficou sabendo sobre o ocorrido somente pela imprensa.
MAIS LIDAS
� vedada a transcri��o de qualquer material parcial ou integral sem autoriza��o pr�via da dire��o
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugest�o de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com