Pases da regio devem liderar preservao da Amaznia, diz Lula - regiaonoroeste.com
Sabado, 28 de Janeiro de 2023

Pases da regio devem liderar preservao da Amaznia, diz Lula

24/01/2023 as 14:05 | Brasil | Agncia Brasil
O presidente Luiz Incio Lula da Silva disse hoje (24) que, embora a cooperao internacional seja bem-vinda, papel dos pases da regio liderar os projetos de preservao da Amaznia. Lula participou em Buenos Aires, na Argentina, da stima reunio de cpula da Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (Celac).

A cooperao que vem de fora da nossa regio muito bem-vinda, mas so os pases que fazem parte desses biomas que devem liderar, de maneira soberana, as iniciativas para cuidar da Amaznia. Por isso, crtico que valorizemos a nossa Organizao do Tratado de Cooperao Amaznica a OTCA, disse Lula.

A reunio da Celac foi privada e as falas no foram transmitidos ao vivo, mas o discurso de Lula foi divulgado pela Presidncia.

Lula citou que, em breve, deve convocar uma cpula dos pases amaznicos e que o Brasil j formalizou a candidatura de Belm para sediar a Conferncia das Partes das Naes Unidas sobre Mudanas Climticas (COP30), em 2025. O apoio que estamos recebendo dos pases da Celac indispensvel para que possamos mostrar ao resto do mundo a riqueza de nossa biodiversidade, o potencial do desenvolvimento sustentvel e da economia verde, alm, claro, da importncia de preservao do meio ambiente e do combate mudana do clima, disse.

Para Lula, h uma clara contribuio a ser dada pela regio para a construo de uma ordem mundial pacfica, baseada no dilogo, no reforo do multilateralismo e na construo coletiva da multipolaridade. Segundo o presidente, os desafios globais e as mltiplas crises exigem respostas coletivas, citando, entre outros, as pandemias, as ameaas democracia e as presses sobre a segurana alimentar e energtica.

Tudo isso em um quadro inaceitvel de aumento das desigualdades, da pobreza e da fome, disse. A maior parte desses desafios, como sabemos, de natureza global, e exige respostas coletivas. No queremos importar para a regio rivalidades e problemas particulares. Ao contrrio, queremos ser parte das solues para os desafios que so de todos, destacou.

Segundo o presidente, as experincias compartilhadas da regio e de seu passado colonial devem servir para uma aproximao, e as diversas crises demonstram o valor da integrao. Para o presidente, o dilogo com scios extras regionais, ainda assim, essencial.

Isso no significa que devemos nos fechar ao mundo. Salienta apenas que essa integrao ser feita em melhores termos se estivermos bem integrados em nossa regio. Temos de unir foras em prol de melhor infraestrutura fsica e digital, da criao de cadeias de valor entre nossas indstrias e de mais investimentos em pesquisa e inovao em nossa regio, disse o presidente, citando ainda que a estratgia de desenvolvimento deve garantir direitos fundamentais e combater a fome, a pobreza e as desigualdades de gnero.

preciso trabalhar para que a cor da pele deixe de definir o futuro de nossos jovens, argumentou.

Lula est em viagem Argentina, a primeira internacional aps tomar posse no cargo. Ontem (23), teve encontro com o presidente do pas, Alberto Fernndez, para retomada das relaes bilaterais. Tambm nesta tera-feira, se rene com o diretor-geral da Organizao das Naes Unidas para a Alimentao e a Agricultura (FAO), Qu Dongyu, com o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, com a primeira-ministra de Barbados, Mia Mottley, e com o presidente de Cuba, Miguel Daz-Canel.

Dilogo e cooperao
Lula reafirmou o retorno do Brasil ao cenrio internacional e disse que nada mais natural do que comear esse caminho de retorno pela Celac. Com a troca de governo, o Brasil est voltando a integrar o grupo, aps trs anos de afastamento do mecanismo.

com muita alegria e satisfao muito especiais que o Brasil est de volta regio e pronto para trabalhar lado a lado com todos vocs, com um sentido muito forte de solidariedade e proximidade, disse Lula, citando ainda outras organismos de cooperao como o Mercosul e a Unasul.

Durante seu discurso de abertura na reunio, o presidente da Argentina, Alberto Fernndez, deu boas-vindas aos representantes dos 33 pases que fazem parte da Celac e pediu uma salva de palmas para celebrar a volta do Brasil. Uma Celac sem o Brasil uma Celac muito mais mais vazia. Sua presena hoje nos completa, disse, se dirigindo a Lula. A reunio encerrou a presidncia pro tempore da Argentina na Celac. Quem assume agora So Vicente e Granadino.
MAIS LIDAS
� vedada a transcri��o de qualquer material parcial ou integral sem autoriza��o pr�via da dire��o
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugest�o de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com