Daniel Alves contrata advogado que defendeu Messi, Bara e polticos - regiaonoroeste.com
Quinta, 09 de Fevereiro de 2023

Daniel Alves contrata advogado que defendeu Messi, Bara e polticos

24/01/2023 as 11:17 | Mundo | Estado
A defesa de Daniel Alves contratou um dos advogados de maior prestgio da Espanha para estabelecer sua defesa no caso de investigao de crime sexual.

Especialista em direito penal, Cristbal Martell j defendeu Barcelona, Lionel Messi e empresrios e polticos importantes e vai representar o jogador brasileiro ao lado da advogada Miraida Puente Wilson, que j estava no caso de suposto abuso sexual a uma mulher de 23 anos. A defesa do atleta deve apresentar recurso na Audincia de Barcelona, nesta tera-feira, segundo o jornal La Vanguardia.

Mais recentemente, Martell defendeu o Barcelona no caso de suposta irregularidade na contratao de Neymar. Em 2013, ele foi contratado por Messi nos casos em que o jogador foi acusado de supostos crimes fiscais. Martell tambm ficou conhecido por representar Jordi Pujol, poltico da Catalunha, alm de sua esposa e trs filhos, em uma acusao de "fortuna desproporcional" em atividades criminosas.

A defesa de Daniel Alves tem at quarta-feira para fazer um pedido de habeas corpus para liber-lo da priso. Articula-se tambm um novo depoimento do atleta de 39 anos. O objetivo reverter a priso para uma punio mais brando, como a proibio de deixar o pas, recolhimento dos passaportes ou o estabelecimento de uma fiana. Uma das alternativas estudadas recorrer s instncias superiores.

ENTENDA O CASO DANIEL ALVES

A juza Maria Concepcin Canton Martn decretou a priso de Daniel Alves na ltima sexta-feira. Ele foi detido ao dar depoimento sobre o caso de agresso sexual contra uma mulher no dia 30 de dezembro. O Ministrio Pblico da Espanha pediu a priso preventiva do atleta de 39 anos, sem direito fiana, e a titular do Juizado de Instruo 15 de Barcelona acatou o pedido, ordenando a deteno. A juza argumentou na deciso de prender o jogador que existia o risco de fuga, uma vez que o atleta no mora mais na Espanha e tem recursos financeiros para sair do pas a qualquer momento. Alm disso, a Espanha no tem acordo de extradio com o Brasil.

A acusao se refere a um episdio que teria ocorrido na casa noturna Sutton, em Barcelona. O atleta, que defendeu a seleo brasileira na Copa do Mundo do Catar, teria trancado, agredido e estuprado a mulher em um banheiro da sala VIP da casa, segundo o jornal El Peridico.

Segundo a imprensa espanhola, a contradio no depoimento do lateral-direito foi determinante para o Ministrio Pblico do pas pedir a priso e a juza aceitar. No incio de janeiro, o jogador deu entrevista ao programa "Y Ahora Sonsoles", da Antena 3, em que confirmou que esteve na mesma casa noturna que a mulher que o acusa, mas negou ter tocado na denunciante sem a anuncia dela e disse que nem a conhecia.

No depoimento, porm, de acordo com os meios de comunicao da Espanha, o atleta afirmou ter tido relaes consensuais com a mulher, cujo nome no foi revelado. Segundo a rdio Cadena SER, imagens da vigilncia interna do local confirmam que Daniel Alves ficou 15 minutos com a mulher no banheiro da casa noturna

De acordo com o jornal El Pas, a mulher no quer ser indenizada e abriu mo de ser ressarcida financeiramente pelas leses e tambm pelos danos morais por entender que o objetivo principal fazer com que o atleta seja punido pelo ocorrido. O Pumas, do Mxico, anunciou na ltima sexta que o contrato de trabalho de Daniel Alves com o clube foi rompido por justa causa

Uma tatuagem foi decisiva para o pedido de priso preventiva. De acordo com o jornal El Mundo, a vtima descreveu que o jogador tinha uma tatuagem de meia-lua entre o abdome e as partes ntimas, que s poderia ser vista caso ele estivesse sem roupa.
MAIS LIDAS
� vedada a transcri��o de qualquer material parcial ou integral sem autoriza��o pr�via da dire��o
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugest�o de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com