Danos sentimentais e sexuais causados pela COVID-19 - regiaonoroeste.com
Domingo, 04 de Dezembro de 2022

Danos sentimentais e sexuais causados pela COVID-19

29/09/2022 as 17:54 | Mundo | Da Redaçao
A pandemia da COVID-19 está criando um novo "normal" na vida de todos. Desde 2019, quando tudo começou, houve muitas fases. A princípio, talvez uma certa descrença quanto à gravidade do vírus. Em seguida, um alerta geral e, consecutivamente, várias medidas de contenção, incluindo confinamento, quarentena e distanciamento social.

De certa forma, tudo isso está forçando as pessoas a tomarem certas medidas e a agir de uma forma específica e especial. Cada país está gradualmente se adaptando a sua nova realidade para poder seguir em frente com a vida. Mas, como superar a incerteza, a ansiedade e o medo derivados desta situação? Como viver com as cicatrizes que muitos já possuem?

Hoje, diferentes cenários podem ser previstos. Mas a realidade é que ninguém sabe ao certo. Em qualquer caso, há muitas maneiras de tornar toda a situação mais fácil e mais suportável. E é por isso que Skokka vem falar sobre o tema.

Por um lado, havia pessoas que passaram por ela junto com seu parceiro, amante ou amigo colorido, outros que enfrentaram esta batalha sozinhos sem poder ter sequer a companhia de uma Acompanhantes Salvador . Em cada caso, as possibilidades de danos psicológicos e relacionais são muito diversas, especialmente quando a quarentena e o confinamento são impostos.

Reflexos psicológicos da quarentena



Ansiedade, raiva, estresse, agitação, privação do sono e introversão durante o surto ou durante a quarentena. Há muitas emoções que se misturaram durante este tempo. A falta de rotina e o constante bombardeio de más notícias fizeram com que uma grande parte da população mundial desenvolvesse sintomas de estresse ou até mesmo de depressão.

O medo pela própria saúde e pela saúde dos outros, a saudade das pessoas queridas, a perda do trabalho e da rotina, a obrigação de estar confinado sozinho ou com pessoas que nem sempre se têm um bom relacionamento, são apenas alguns dos fatores que contribuíram para todo esse desgaste emocional.

Efeitos sobre os casais



O confinamento, rotina, monotonia, exaustão e possivelmente até mesmo as rotinas de trabalho de casa e de cuidado dos filhos (para aqueles que os têm), têm afetado negativamente o desejo entre os casais. E é verdade que viver assim, em constante estado de alerta de vírus, não é propício ao exercício pleno e ao desfrute da sexualidade.

Sem uma vida social ativa, as pessoas se viam cada vez mais desencorajadas a se arrumar, fazer a barba ou mesmo ter relações sexuais com seus parceiros. Salões de beleza, esteticistas, salões de depilação fechados... como consequência, havia uma onda de baixa auto-estima. E no final a conta é simples, menos auto-estima, menos desejo e, portanto, menos sexo.

Sem mencionar as emoções, que estavam à flor da pele, de modo que coisas que antes eram mais facilmente aceitas, durante a pandemia, se tornaram insuportáveis e infelizmente representaram a ruptura para muitos.

Efeitos sobre os solteiros



Para muitos solteiros, a pandemia se tornou sinônimo de abstinência sexual. Sem uma vida social, sem sair, sem conhecer novas pessoas, as chances de acabar tendo um contato íntimo foram muito reduzidas. Até mesmo encontrar as acompanhantes rj mais atraentes, se tornou mais difícil.


A imaginação então, se tornou uma forte aliada, de modo que o consumo de produtos eróticos, o acesso a portais adultos como Skokka e a busca alternativa pelo prazer aumentaram. A maneira não importa. Videochamadas, sexo virtual ou "sexting" (mensagens de texto eróticas), assim como masturbação guiada. A chave neste ponto era tentar despertar a imaginação e explorar intensamente as fantasias para tentar levar toda esta situação da melhor maneira possível, ou da menos pior.


Gerenciando as emoções



Manter rotinas e horários regulares o máximo possível ou criar novos, ou seja, desenvolver hábitos saudáveis como exercitar-se, estabelecer rotinas de sono e alimentação saudável, podem ajudar a manter as coisas em perspectiva, portanto, estas são coisas que devemos tentar fazer regularmente, independentemente da situação.

Ademais, tenha em mente que o sexo, como uma atividade altamente energética, faz o coração bombear, o sangue e os hormônios fluir, e é também um aliado indispensável para melhorar a saúde mental e física.

Também é aconselhável manter contato com pessoas queridas (por exemplo, por telefone, e-mail ou videoconferência), isto pode contribuir muito para suavizar todo o processo.

Limite a exposição às notícias. Embora seja importante saber o que está acontecendo no mundo, filtre e reduza a quantidade de notícias e informações que se vê, lê ou ouve sobre a COVID-19, pois elas podem causar ansiedade ou angústia; e procure informações somente de fontes confiáveis.

Preste atenção às suas próprias necessidades e sentimentos. Escute a si mesmo, proteja-se e apoie os outros e tudo ficará bem. Os acompanhantes df estarão sempre ao seu lado.

MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestão de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com