Mãe não confirma morte de rapaz condenado a 12 anos por matar padrasto - regiaonoroeste.com
Domingo, 02 de Outubro de 2022

Mãe não confirma morte de rapaz condenado a 12 anos por matar padrasto

21/09/2022 as 14:28 | Fernandópolis | Da Redaçao
A mãe do jovem de 21 anos, Cauan Lemos, vítima de enforcamento registrado em um presídio da região, mão confirmou a morte do filho, apesar que a informação é que ele estaria com morte cerebral. Cauan foi condenado há 12 anos de prisão pela morte do padrasto "Jonas" em agosto de 2020.

O rapaz teria se enforcado após ser penalizado por envolvimento em uma briga dentro do presídio que cumpria pena. Cauan teria ficado em uma espécie de solitária e os meios para cometer o enforcamento não foram revelados.

Após o ato, ele foi socorrido e levado para um Hospital em Araçatuba onde foi dignosticado morte cerebral. O enforcamento aconteceu na última segunda-feira, dia 19.

Ela disse que vai aguardar um laudo médico para confirmar a morte do rapaz.

O CASO
Cauan Lemos, na época com 18 anos, matou o companheiro da mãe, Jonas Lessa, 40 anos, com uma facada no peito, durante uma briga na casa onde moravam no bairro CDHU, periferia de Fernandópolis.

A vítima, Jonas, também tinha um histórico de homicídio durante uma briga no Recinto de Exposições de Fernandópolis, quando desferiu um soco em um rapaz que foi ao chão, e batido com a cabeça na guia.

Ele foi condenado há 12 anos de prisão.
MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestão de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com