Funcionário é baleado após cliente reclamar de batata frita fria - regiaonoroeste.com
Segunda, 08 de Agosto de 2022

Funcionário é baleado após cliente reclamar de batata frita fria

04/08/2022 as 09:16 | Mundo | G1
A chefe do Departamento de Polícia da cidade de Nova York, Keechant Sewell, informou nesta quarta-feira (3) que Michael Morgan, um homem de 20 anos, foi acusado de tentativa de homicídio e porte ilegal de arma após atirar em um funcionário de uma unidade do McDonalds no Brooklyn.

De acordo com a imprensa norte-americana, o criminoso foi até a lanchonete armado após a mãe dele fazer uma ligação reclamando que tinha recebido uma porção de batata frita fria.

O funcionário da lanchonete, de 23 anos, foi levado para o hospital gravemente ferido, segundo a rede de televisão ABC. A polícia informou que o homem foi baleado no pescoço. Não há detalhes sobre o atual estado de saúde da vítima.

A rede de televisão CBS informou que testemunhas relataram que uma mulher começou a discutir com o atendente por estar insatisfeita com a batata frita, que teria sido entregue fria. Os dois saíram de dentro da lanchonete, e a briga continuou na rua.

Do lado de de fora do estabelecimento, o filho da cliente, que já tinha sido avisado pela mãe do desentendimento, avistou o atendente do McDonalds e deu um tiro em seu pescoço. Segundo a polícia informou à imprensa, aparentemente, a vítima não tem qualquer ligação anterior com o atirador e a mãe dele.

Mais ataques em lanchonetes
Este não é o primeiro caso de ataque a funcionários de redes de lanchonetes na cidade de Nova York. Ao menos outros dois casos terminaram com trabalhadores feridos neste ano. Em um deles, uma pessoa foi esfaqueada, e, no outro, clientes feriram trabalhadores com vidro de garrafa, ainda segundo a imprensa norte-americana.
MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestão de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com