Fotógrafa fernandopolense vira exemplo de superação - regiaonoroeste.com
Sábado, 13 de Agosto de 2022

Fotógrafa fernandopolense vira exemplo de superação

04/08/2022 as 11:03 | Fernandópolis | Folha de Franca
Para além de seu talento para os clicks, a fotógrafa Izilda Marçal é dona de uma energia contagiante e de um sorriso cativante. Em que pese os percalços que possa ter tido ao longo dos seus 37 anos de idade, enxerga a vida com muita gratidão.

Izilda nasceu com uma má formação crânio-facial chamada Fissura Rara de Face. Quando nasceu, em Fernandópolis, ficou 9 meses internada na Santa Casa. Um pouco depois, foi para Campinas, no Hospital Sobrapar, onde fez inúmeros tratamentos de recomposição. “Foram tantas cirurgias que perdi as contas”, disse ela, sempre com um sorriso no rosto, afinal, como ela costuma dizer em tom de brincadeira “fui sorteada para vir assim”.

Izilda é a caçula de 5 irmãos e não tem mais os pais. Mas eles e seus irmãos sempre lhe ampararam e a ajudaram a se fortalecer para lidar com o preconceito e com os curiosos de forma tranquila. “Encaro os olhares de frente, sem medo, procurando leveza nas situações. Minha mãe me ensinou que no mundo existem diferenças, que as pessoas são diferentes! E o segredo para lidar com os preconceitos é a auto aceitação, sem auto-piedade”, disse.

E foi com esse pensamento em mente que sempre venceu os desafios. Com o tempo, foi se desenvolvendo, frequentou escola regularmente e formou-se como técnica em estética, mas foi na fotografia que essa profissional se encontrou. Em 2013, ganhou um equipamento de um amigo, que ela chama carinhosamente de Noka, após ter conhecido e se encantado com o trabalho da fotógrafa Laura Lima, sua grande inspiração. E foi assim que começou a fazer ensaios em eventos para os quais era convidada. No começo era um trabalho amador, e ela não cobrava, mas com o tempo foi se aperfeiçoando através de cursos pela internet e se apaixonando cada vez mais pela profissão. “O melhor de tudo em ser fotógrafa, é registrar olhares que dizem mais que palavras, gestos que expressam sentimentos, eternizar momentos através de imagens”, disse.

Izilda se especializou em fotos de eventos – casamentos, formaturas, festas – mas a área de atuação do fotógrafo é bem vasta. Ele pode atuar como fotógrafo de marketing, de moda, de fatos históricos, jornalísticas, fotos artísticas entre várias outras categorias.

Além do olhar apurado sobre o elemento a ser fotografado, é recomendável que o fotógrafo também desenvolva habilidades para lidar com ferramentas digitais. Para esse aprimoramento, existem cursos dos mais variados tipos, inclusive os online que Izilda fez, mas o importante é ter em mente que a sensibilidade do fotógrafo é o que fará a grande diferença.

A remuneração de um profissional da área varia muito, mas os valores pagos costumam começar em torno de R$ 3 mil por mês. Lembrando sempre que o fotógrafo precisa ter disponibilidade de atuação, uma vez que no caso de eventos, por exemplo, a maioria acontece nos finais de semana.
MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestão de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com