Assaltantes de empresa de valores pegam mais de 80 anos de prisão - regiaonoroeste.com
Segunda, 08 de Agosto de 2022

Assaltantes de empresa de valores pegam mais de 80 anos de prisão

28/06/2022 as 08:21 | Araçatuba | G1
Mais dois ladrões acusados de participar do mega-assalto a uma empresa de valores foram condenados. O crime foi registrado em outubro de 2017, em Araçatuba, no interior de São Paulo.

De acordo com o Ministério Público (MP), Cléber Andrade de Oliveira recebeu pena de 85 anos e seis meses de prisão, enquanto Paulo César de Assis foi condenado a 83 anos e quatro meses de reclusão. O primeiro está preso, e o segundo segue foragido.

Com as duas sentenças, 18 réus já foram condenados em primeira instância pelos crimes de latrocínio, tentativa de latrocínio, explosão, incêndio, associação criminosa e explosão. Apenas um acusado ainda não foi sentenciado.

Crime
O assalto aconteceu na madrugada do dia 16 de outubro de 2017. Cerca de 30 criminosos incendiaram veículos na entrada do quartel da Polícia Militar.

Os suspeitos também atiraram contra a entrada do quartel para impedir a saída dos policiais, e houve troca de tiros. Na sequência, outro grupo foi até a empresa de valores, usou dinamite para explodir o prédio e fugiu com R$ 8 milhões.

O policial civil André Luís Ferro da Silva, do Grupo de Operações Especiais (GOE), foi baleado durante a ação e morreu. Duas mulheres também foram atingidas por estilhaços de balas.
MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestão de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com