Sexta, 28 de Janeiro de 2022

YouTube remove vídeo com discurso antivacina de Bolsonaro

07/12/2021 as 14:52 | Brasil | O Globo
O YouTube removeu um vídeo do canal do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), de dezembro de 2020, em que o presidente Jair Bolsonaro (PL) disse que “a pressa da vacina não se justifica" e que a pandemia estaria "chegando ao fim" naquela época. No dia da declaração, o Brasil — que ainda não havia iniciado a vacinação — registrou a então maior média móvel de casos confirmados de Covid-19 desde o início da pandemia e 684 pessoas morreram por complicações da doença.

“Temos uma pequena ascensão agora, que chama de pequeno repique que pode acontecer, mas a pressa da vacina não se justifica porque você mexe com a vida das pessoas, você vai inocular algo em você”, diz o presidente no vídeo publicado no dia 19 de dezembro no canal de seu filho "03".

A entrevista foi tirada do ar, e ao acessar o link na plataforma aparece a mensagem “Este vídeo foi removido por violar as diretrizes da comunidade do YouTube”. Procurada, a empresa ainda não se manifestou sobre o caso.

Ainda na entrevista, Bolsonaro segue com falas antivacina gerando desconfiança sobre as produtoras dos imunizantes sem dar razões ou provas.

“Tem muita coisa ainda que está em segredo. Não quero externar aqui, porque a imprensa vai usar contra mim. Mas o interesse é muito grande nesses R$ 20 bilhões para comprar essa vacina”, diz o presidente.
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestão de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com