Bicicletas eltricas disparam em vendas no pas - regiaonoroeste.com
Quarta, 29 de Marco de 2023

Bicicletas eltricas disparam em vendas no pas

28/10/2021 as 13:00 | Brasil | G1
As bicicletas eltricas esto em alta. 2021 deve fechar como o ano com mais vendas desse veculo de mobilidade no Brasil.

Mas o que diz quem faz uso uma bike eltrica? O g1 ouviu as experincias de ciclistas que aderiram ao seu uso.

No lugar de carros
Dados obtidos pelo g1 mostram crescimento de 24,5% na produo e importao das bikes eltricas, entre janeiro e agosto desse ano, em comparao ao mesmo perodo do ano passado. Foram 26.671 unidades nos primeiros 8 meses de 2021.

O levantamento da Aliana Bike, associao brasileira de empresas do setor de bicicletas. A previso de alta de 34% para as bikes eltricas ao final de 2021, o que ser o recorde do setor total de 43 mil unidades.

A entidade ainda no acredita que alta nos combustveis tenha impacto na procura por bikes eltricas, mas aponta que, mesmo antes antes da gasolina estar nas alturas, 56% dos ciclistas com bikes eltricas usavam carro para se deslocar.

Exerccio depois de superar cncer
Aps passar por um perodo difcil de sua vida, a psicloga Erika Kuzniek, de 49 anos, encontrou na bicicleta eltrica uma maneira de se exercitar.

"Fiquei doente um tempo, e para me recuperar precisei pegar de novo um condicionamento fsico. A bicicleta eltrica foi muito boa para mim", explica Erika, depois de se curar de cncer de mama.

Mas como se exercitar se eltrica? Na verdade, as bicicletas eltricas no tm acelerador, a energia serve como um assistente durante as pedaladas, deixando-as mais levinhas (veja mais detalhes abaixo).

" muito legal para quem est comeando, um estmulo, fica mais divertido. como se tivesse uma mozinha empurrando", fala Erika.

A psicloga de So Paulo sentiu os efeitos do tratamento contra o cncer, e os exerccios eram requisitos para a recuperao, mas no poderia "pegar muito pesado". "Comecei a andar de bicicleta eltrica por causa do cncer. Tem uma ligao direta. Eu sempre gostei de andar de bicicleta, mas precisava de algo mais leve depois da doena", conta.

Ela ressalta, no entanto, que preciso ateno no pedalar. "Algumas vezes voc vai pedalar em uma curva, e vem um empurro. Ento importante diminuir a velocidade".

Pegou "emprestado" da me
Um belo dia o empresrio Jos Leonardo Mendes, de Morretes (PR), resolveu presentear a me com uma bicicleta eltrica. Mal sabia ele que a bike seria usada por vrias pessoas da famlia.

"Minha me tem 72 anos hoje, a gente queria que ela conseguisse acompanhar meu pai nas pedaladas, e com a bicicleta eltrica ficou mais tranquilo para ela", lembra.

Isso foi em 2013, e a famlia ainda tem a bike. Ele, a esposa e a me ainda usam o modelo.

"Em dias muito quentes aqui em Morretes (PR), a gente usa a bicicleta eltrica para no chegar suado ao trabalho", diz Jos.

Para ele, uma das desvantagens o valor de reposio da clula de bateria da bicicleta. "Acabamos precisando trocar [a bateria], e pagamos R$ 1.300. Mas dura uns 5 anos", diz.

"Mesmo assim acaba sendo mais barato do que outras opes de transporte."

Comeou alugando
Os valores das bicicletas eltricas ainda so altos no Brasil. Modelos de marcas mais estabelecidas, com servio de assistncia tcnica, no saem por menos de R$ 5.500. Tambm existe a possibilidade de colocar um kit nas bikes comuns, transformando ela em uma eltrica, ao valor de mais de R$ 3.000.

Para fazer um teste antes de ter a prpria bike, o economista Antnio Paulo Conde, de 45 anos, acabou escolhendo um servio de assinatura para poder ir ao trabalho em So Paulo.

"Por causa do trnsito ruim, resolvi experimentar ir de bike", relembra. "Fiquei com a alugada por um ms, mas depois acabei comprando um kit eltrico instalando em minha bicicleta normal".

Essa mudana na vida de Antnio foi em 2016, quando andar de bicicleta no era to comum na cidade. "Quando comecei, era uma exceo. Depois vieram mais ciclofaixas e ciclovias".

Alm de agilizar a ida ao trabalho, a bicicleta eltrica era sua "academia". "No final do dia, eu desligava o motor e ia pedalando sem ajuda".

Depois que mudou de emprego, Antnio no usa mais a bicicleta eltrica para ir ao trabalho por conta da distncia. "Deixei guardada e comeou a dar uns problemas. A manuteno de bicicleta eltrica no to simples", opina.

"Estou esperando voltar a vida normal (por causa da pandemia) para us-la mais."

Motivos da alta nas vendas
Para Daniel Guth, presidente da Aliana Bike, as bicicletas eltricas esto ganhando mais adeptos por alguns fatores. Um crescimento orgnico acontece por conta dos prprios usurios que indicam para amigos e conhecidos, por exemplo.

"As empresas tambm esto ofertando mais modelos com o passar dos anos. Existem opes de entrada, mas tambm as mais especializadas, como as de mountain bike e ciclismo de estrada. Cada vez temos mais empresas e mais ofertas", afirma.

Mesmo com o crescimento, as bicicletas eltricas ainda representam apenas 1% do total de bicicletas no Brasil, explica Guth. So cerca de 120 mil de bikes eltricas. "Em uma pesquisa que fizemos, o consumidor diz que o valor ainda impeditivo", afirma Guth.

Para a Aliana Bike, o alto valor do veculo est ligado a tributao. "Mesmo que tenha maior escala, a bicicleta eltrica ainda ser muito mais cara do que o mercado capaz de absorver".

"Somente o IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) de 35%", diz Guth.

Bicicleta eltrica no pode ter acelerador
Para ser considerada uma bicicleta eltrica e poder rodar nos mesmos lugares que uma bicicleta convencional, como nas ciclovias e ciclofaixas, o modelo tem que seguir as seguintes regras:

No ter acelerador.
Motor s pode funcionar quando o ciclista pedala.
Velocidade mxima de 25 km/h.
Potncia mxima de 350 Watts.

Os veculos que no se encaixem nessas regras so equiparados aos ciclomotores que so aquelas motos com motor de at 50 cm.

Nesse caso, por exemplo, se a bicicleta tiver um acelerador manual dever seguir as mesmas regras que as "cinquentinhas", ou seja, precisa ser emplacada, o condutor tem que ter CNH (Carteira Nacional de Habilitao) especfica e no pode rodar em ciclovias.
MAIS LIDAS
� vedada a transcri��o de qualquer material parcial ou integral sem autoriza��o pr�via da dire��o
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugest�o de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com