Quarta, 27 de Outubro de 2021

Rio-pretense passa de testemunha a investigado na CPI da Covid-19

22/09/2021 as 16:22 | Brasil | DL News
O rio-pretense Pedro Batista Júnior, diretor da Prevent Sênior, passa de testemunha a investigado na CPI da Covid em trâmite no Senado Federal, segundo o relator da comissão, o senador Renan Calheiros.

Esta mudança se deve a gravação de um médico, encaminhada à CPI, denunciando a operadora de saúde. Nesta gravação, aparece a voz do rio-pretense pedindo ao médico para "voltar atrás” em informações que teria dado a jornalista.

O médico também acusa a Prevent de modificar o atestado de óbito do pediatra Anthony Wong, um dos principais defensores do tratamento precoce.

Em depoimento à CPI da Covid nesta quarta-feira (22), Pedro Benedito Batista Júnior negou que tenha escondido número de mortes em decorrência da Covid-19 em um estudo realizado em hospitais da rede.

Ele foi convocado para falar na CPI depois de um dossiê assinado por 15 médicos do grupo apontar que a Prevent usava os hospitais da rede como laboratório para ministrar hidroxicloroquina e outros medicamentos sem eficácia comprovada para o tratamento da Covid, sem o consentimento de familiares e pacientes.

O documento também aponta que a operadora omitiu sete mortes por Covid-19 nesse estudo.

Batista Júnior negou que tenha escondido as mortes. Alegou que todos os óbitos que divergiam do dado oficial aconteceram em um período após o encerramento do estudo. Além disso, acusou médicos de alterar uma planilha interna para tentar comprometer a operadora.

O diretor ainda completou que todas as acusações são "infundadas" e que processo no Ministério Público do Trabalho foram arquivados.
MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestão de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com