Terça, 28 de Setembro de 2021

Cidade de Olímpia deve receber seis milhões de turistas

14/09/2021 as 10:38 | Olímpia | Estadão
Segundo a Pesquisa de Ocupação Anual da Secretaria de Turismo de São Paulo, em 2019, a cidade alcançou o marco de três milhões de visitantes. Já em 2020, o setor foi prejudicado devido ao coronavírus, mas de acordo com a pesquisa da Associação Brasileira de Operadoras de Turismo (Braztoa), no último ano, cerca de 96% dos brasileiros que optaram por viajar, escolheram destinos dentro do próprio país. Desse modo, a prefeitura do Distrito Turístico estima a retomada com o recebimento de cerca de seis milhões de visitantes para os próximos anos.

Olímpia está situada sobre o aquífero Guarani, possuindo mais de 55 mil habitantes. É reconhecida como a segunda maior estrutura hoteleira do Estado de São Paulo, atrás apenas da capital. O turismo representa cerca de 55% da economia da cidade e conforme a prefeitura, o crescimento econômico é decorrente da chegada de resorts para atender a demanda gerada pelos parques aquáticos locais. De acordo com o prefeito Fernando Cunha, após a inauguração do Solar das Águas, o município ultrapassa o marco de 30 mil acomodações, destaque importante para essa retomada econômica após a pandemia.

“Com a inauguração do Solar das Águas, temos o maior resort em número de leitos do Brasil e, juntamente com outros investimentos do poder público e da iniciativa privada, vamos fortalecer Olímpia como um dos principais destinos do país. A condição de Distrito Turístico que nos foi concedida também reforça este potencial, elevando o município a uma categoria mais ampla, com maior representatividade na tomada de decisões e mais investimentos dedicados à evolução do turismo em Olímpia e região”, destaca o prefeito.

De acordo com o diretor do Grupo ABL Prime, Fernando Fonseca, responsável pela entrega do Solar das Águas, o complexo conta com capacidade de até seis mil pessoas e teve um investimento total de 435 milhões de reais. “O empreendimento contribui ativamente com seus mil apartamentos para o crescimento da cidade de Olímpia, aumentando o número de acomodações para turistas, gerando empregos à população local e auxiliando no giro do capital”, ressalta.

Conforme a prefeitura do Distrito Turístico, os parques ao ar livre são boa escolha na decisão dos visitantes para o período após a covid-19. Além disso, o município ainda vai inaugurar até o final de 2021, o Museu de Cera e o Bar de Gelo, atrações que vão ajudar a elevar ainda mais o turismo local. Outra vantagem será a construção do aeroporto local, que facilitará a entrada de turistas do Brasil e do mundo. A previsão de entrega é para o ano de 2026.

Como tudo começou

Na década de 50, a Petrobrás procurava por petróleo no solo de Olímpia e acabou encontrando águas quentes. Já nos anos 80, a Paulipetro insistiu em continuar a procura pelo combustível e não obteve sucesso, encontrando apenas águas termais e desse modo, os empresários da cidade identificaram as possibilidades em empreendimentos aquáticos, surgindo assim o Thermas dos Laranjais - maior parque aquático da América Latina e o terceiro mais visitado do mundo. Ao passar dos anos o município ganhou novas atrações.
MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestão de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com