Domingo, 25 de Julho de 2021

Fungo deixa cobras parecendo monstros e ameaça dizimar espécies

21/07/2021 as 11:50 | Mundo | Extra
Um número crescente de cobras está ficando com horríveis deformidades faciais, deixando-as com aspecto de "monstro", devido a uma doença de pele provocada por fungo que os especialistas em vida selvagem ainda não entendem completamente.

A condição é chamada de doença fúngica da cobra (SFD) e os casos "aumentaram substancialmente" na metade oriental do dos EUA, de acordo com especialistas do U.S. Geological Survey (USGS) citados pelo "Charlotte Observer".

A condição fatal foi encontrada apenas em cobras, mas há muito a ser descoberto, disse o USGS em um comunicado à imprensa. Um estudo de 2016 publicado por cientistas do National Wildlife Health Center sugeriu que "as mudanças ambientais provavelmente estão causando o recente surgimento de infecções graves e fatais".

"Os sinais de SFD incluem escamas crostosas ou ulceradas, nódulos(...) sob a pele, muda anormal, turvação branca opaca dos olhos(...) e desfiguração facial que pode ser bastante grave, levando a emagrecimento e morte", disse o USGS em nota.

"Muitas populações de cobras já estão em declínio devido à perda de habitat e diminuição das populações de presas, e o SFD pode acelerar esse declínio", acrescentou o órgão.

Fotos compartilhadas pelo USGS no Facebook mostram cobras afetadas pelo fungo que se tornam irreconhecíveis, como se seus corpos estivessem secos e crocantes enquanto a cobra ainda estava viva. A maioria parece ter ficado cega pela doença.

Cientistas do USGS estão trabalhando com agências estaduais para "entender melhor o SFD e seus impactos potenciais", disseram autoridades. Uma "intervenção" está sendo considerada, para evitar a dizimação de "populações sensíveis", disseram as autoridades.

As autoridades federais não disseram quantas espécies de cobras foram encontradas com a doença.
MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestão de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com