Quinta, 17 de Junho de 2021

Alesp tramitará lei que cria a Região Metropolitana de Rio Preto

11/05/2021 as 06:50 | Região | DL News
Projeto que cria a Região Metropolitana de Rio Preto agregando 35 municípios vai ganhar nova etapa nos próximos dias, com encaminhamento pelo governador João Doria (PSDB) à Assembleia Legislativa.

O tema já foi debatido durante audiência pública em Rio Preto, liderada em Rio Preto pelo prefeito Edinho Araújo e deputados que representam a região. Entre eles, o emedebista Itamar Borges, que agora tem domicílio eleitoral rio-pretense.

Na última semana, Itamar, que participa das discussões na Assembleia, falou sobre o projeto em reunião com o presidente da Acirp, Kelvin Kaiser. "Coloquei-se à disposição do Kelvin para apoiar as demandas da Acirp, entidade fundamental para o desenvolvimento econômico de Rio Preto e sua população. Falamos de uma bandeira que temos em comum, a criação da Região Metropolitana”, diz o deputado, acrescentando que o governo estadual vai enviar o projeto à Assembleia Legislativa nos próximos dias.

Outro defensor do projeto é o presidente da Assembleia, Carlão Pignatari (PSDB), ex-prefeito de Votuporanga. Ele, no entanto, já manifestou desejo de liderar outro projeto, assim que for definida a proposta de Rio Preto: criar a Região Metropolitana de Votuporanga, congregando municípios vizinhos.

Com a criação da Região Metropolitana, os gestores das cidades num raio de até 40 quilômetros de Rio Preto poderão identificar oportunidades de potencializar seus atrativos, dinamizando roteiros regionais tanto para moradores das proximidades quanto para o turista que vem de outras regiões. Uma cidade com excelência em estrutura viária e aeroviária, referência em saúde, forte comércio e serviços, como Rio Preto, por exemplo, pode ser a ponte para um município vizinho com um parque aquático de renome internacional, caso de Olímpia.

Para o secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, que também está envolvido na criação da Região Metropolitana de Piracicaba, um dos pontos fortes da iniciativa é o planejamento organizado da região, com estudos sobre onde chegar nos próximos 5, 10 e 15 anos. Ele lembra, no portal da Alesp, que o projeto possibilita a criação de um fundo com recursos dos municípios e do Estado, podendo captar até investimentos do governo federal para projetos de interesse regional.

Atualmente, o Estado de São Paulo conta com 6 regiões metropolitanas: São Paulo (1974), Vale do Paraíba e Litoral Norte (2012), Ribeirão Preto (2016), Baixada Santista (1996), Sorocaba (2014) e Campinas (2000); e 3 aglomerados urbanos - Piracicaba (2012), Jundiaí (2011) e Franca (2018).
MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestão de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com