Sábado, 28 de Novembro de 2020

Movimentos protestam contra racismo no Carrefour em Rio Preto

21/11/2020 as 20:50 | S. J. do Rio Preto | DL News
Ao menos 100 pessoas participaram no começo da noite deste sábado (21) de uma manifestação contra o Carrefour, em Rio Preto.

Com faixas e cartazes, o grupo protestou pela morte de João Alberto Silveira Freitas, que foi brutalmente assassinado na noite do dia 19 de novembro em uma unidade do supermercado, em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul.

O grupo começou o protesto sob gritos de "assassinos" na porta principal do Carrefour no Rio Preto Shopping. Lila Santiago, uma das manifestantes, afirmou que o ato visa "revelar os atos racistas do Carrefour".

São diversos movimentos no local que atuam pacificamente. Mesmo assim, funcionários do supermercado fecharam as portas por segurança.

O grupo também circulou pelo shopping para chamar atenção dos frequentadores sobre o caso de João Alberto, genocídio contra população negra e para alertar que 75,7% da violência no país ocorre contra população negra.

O homem de 40 anos foi morto por dois seguranças no estacionamento do Carrefour de Porto Alegre. Circuito de câmeras do supermercado mostra João Alberto dando um soco em um dos seguranças. Posteriormente, o homem é espancado por dois seguranças e morre no local.

O Carrefour, em nota oficial, lamentou o caso. Leia abaixo:

O dia 20 de novembro, que deveria ser marcado pela conscientização da inclusão de negros e negras na sociedade, foi o mais triste da história do Carrefour. Palavras não expressarão nossa angústia com a brutalidade.

Daremos todo o apoio à família de João Alberto Silveira Freitas e, em respeito a ele, nossa loja de Passo D’Areia fechou ontem e permanecerá fechada hoje.

Além disso, todo o resultado das vendas do dia 20 de novembro das lojas Carrefour Hipermercados será doado para entidades ligadas à luta pela consciência negra.

Hoje, abrimos mais tarde para reforçarmos o treinamento antirracista com todos os nossos funcionários e terceiros. Continuaremos com nossa transparência, informando os próximos passos.

Nada trará a vida de João Alberto de volta, mas estamos certos de que este momento de profundo pesar se converterá em ações concretas que impedirão que tragédias como essa se repitam.
MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestão de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com