Quarta, 21 de Outubro de 2020

Acusados do assassinato de empresário serão julgados hoje

15/10/2020 as 15:40 | S. J. do Rio Preto | A Cidade
Os acusados do assassinato do empresário e advogado votuporanguense, José Arthur Vanzella Seba, mais conhecido como Thui Seba, sentarão hoje no banco dos réus para serem julgados pelo Tribunal do Júri de Rio Preto. Cláudio Yuri Baptista, que era sócio da vítima, é acusado de ser o mandante do crime e Keyssel Eduardo de Oliveira de ser o assassino de aluguel.

Cláudio e Keyssel estão presos desde 21 de agosto de 2017, um mês após o crime, quando a Justiça concedeu pedido de prisão preventiva dos acusados. Segundo inquérito conduzido pelo delegado Wander Solgon, da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de Rio Preto, o empresário teria pago R$ 50 mil para encomendar a morte do sócio.

À época, a quebra de sigilo bancário mostrou que dias antes do crime, Cláudio teria sacado o dinheiro do valor exigido pelo matador de aluguel para cometer o crime. Desde então o caso vem se arrastando e o Júri demorou ainda mais para ser marcado em razão da pandemia do coronavírus.

O caso

O advogado José Arthur Vanzella Seba, mais conhecido como Thui Seba, que é filho do candidato a prefeito de Votuporanga, Jorge Seba (PSDB), foi morto com um tiro na nuca, na avenida Mirassolândia, na Zona Norte de Rio Preto.

De acordo com os autos, a vítima, junto com seu sócio, teria ido a um empreendimento na cidade para negociar um terreno. No local ele foi morto ao ser atingido por dois tiros, um deles na nuca.

O advogado morreu no local antes da chegada dos socorristas. Thui Seba estava dentro do carro quando foi atingido. O motivo do crime seriam três apólices de seguro de vida da vítima que tinham Cláudio como beneficiário.
MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestão de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com