Sábado, 31 de Outubro de 2020

Câmara de Araçatuba rejeita investigações contra prefeito

22/09/2020 as 10:40 | Araçatuba | SBT Interior
A Câmara Municipal de Araçatuba rejeitou, nesta segunda-feira (21), três pedidos de abertura de CP (Comissão Processante) contra o prefeito Dilador Borges Damasceno (PSDB), por ter mantido o pagamento de gratificações que elevam os salários de servidores comissionados após decisão do TJ-SP (Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo) julgar inconstitucional a concessão desses benefícios.

Os pedidos foram votados de uma​​ vez, em blocos, e a maioria dos vereadores decidiu se manifestar pela não abertura das investigações, assim como a Procuradoria Jurídica do Legislativo.

No total, foram oito votos contrários e sete a favor. Conforme o regimento interno da Câmara, eram necessários 10 votos para a CP ser criada.

Caso fosse aprovada, Dilador poderia ser afastado durante as investigações e, posteriormente, caso os vereadores concluíssem que houve irregularidades, poderiam pedir até a cassação do mandato do prefeito.

Nos pedidos de abertura, os denunciantes afirmavam que Dilador desobedeceu ordem judicial ao manter os pagamentos e pediam investigação por infração político-administrativa.

COMO VOTARAM OS VEREADORES

Votaram a favor do recebimento do pedido de CP e a favor da população: Lucas Zanata, Flávio Salatino, Denilson Pichitelli, Claudio Henrique da Silva, Cido Saraiva, Beatriz Nogueira e Arlindo Araújo.

Votaram contra a população e recebimento do pedido de CP: Tieza Marques, Rivael Papinha, Jaime José da Silva, Gilberto Batata Mantovani, Carlos do Terceiro, Antônio Edwaldo Dunga Costa, Almir Lima e Alceu Batista.
MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestão de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com