Sábado, 31 de Outubro de 2020

Represa de Votuporanga está com nível mais crítico desde 1974

20/09/2020 as 06:50 | Votuporanga | A Cidade
O nível de água da Represa Municipal “Prefeito Luiz De Haro” é preocupante. Segundo a Superintendência de Água, Esgotos e Meio Ambiente de Votuporanga, a Saev Ambiental, o atual estado é o mais crítico já registrado desde que as obras da Represa de Captação do “Córrego Marinheirinho” foram concluídas, em 1974.

Por conta da situação, a autarquia orienta os munícipes para o uso racional da água para que não ocorra a falta. A Represa Municipal abastece 25% do consumo total da cidade e, atualmente, está com 2,25 metros abaixo do nível normal e somente 30% da sua capacidade.

Na tarde de ontem, a reportagem do jornal A Cidade esteve no local para verificar a situação do nível da água. “A represa está baixa, mas estamos com os quatro poços funcionando a todo vapor e vamos fazer de tudo para que não falte água”, disse o superintendente da Saev, Waldecy Bortoloti.

Atualmente, além da Represa Municipal, Votuporanga possui quatro Poços Profundos, sendo eles localizados na Zona Norte, Zona Sul, Sudeste e Oeste; Poços 1 e 2 do Distrito de Simonsen; e um Poço da Vila Carvalho.

O chefe da autarquia lembrou que algumas cidades da região, como são José do Rio Preto, por exemplo, já estão realizando racionamento, porém, pelo menos por enquanto, não há previsão para esta prática em Votuporanga. “Inclusive existe previsão de chuva para este final de semana”, observou. Uchôa, Tabapuã e Suzanápolis também já fazem racionamento de água, enquanto Mirassol emitiu alerta sobre o consumo.

Waldecy destacou que neste momento é importante existir conscientização por parte da população para evitar a fata de água.
MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestão de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com