Sábado, 31 de Outubro de 2020

Projeto de prevenção ao suicídio é aprovado na Câmara

“Que possamos nunca desistir de uma pessoa! Cada vida importa!”
17/09/2020 as 06:50 | Fernandópolis | Da Redaçao
A Câmara Municipal aprovou o projeto de lei de autoria da vereadora Maiza Rio, que institui o “Programa Municipal de Prevenção ao Suicídio e de Promoção do Direito ao acesso à Saúde Mental entre Jovens e Adolescentes. O programa, tem o objetivo ampliar a conscientização sobre o tema em foco, capacitar cidadãos a identificar sintomas presentes entre jovens e adolescentes e garantir o direito ao acompanhamento e à prevenção de quadros de sofrimentos ou transtornos psíquicos que possam conduzir ao suicídio. Também, será estruturado ao longo do calendário anual do município com ações especiais durante o período da campanha de conscientização do “Setembro Amarelo”.

O Programa poderá contar com iniciativas como, atendimento psicológico e psiquiátrico disponibilizados na rede pública de saúde, montagem de estrutura de acolhimento, ações interdisciplinares para grupos em situação de vulnerabilidade, realização de palestras e debates, eventos com especialistas que abordem o tema, exposição de cartazes e informação por meio de folhetos entre outras atividades em prol ao combate ao suicídio.

A ação será desenvolvida no âmbito da Secretaria Municipal de Saúde e terá como espaço prioritário de atuação as escolas, cursos técnicos e universidades, além de, serviços de acolhimento institucional, podendo ser estendido para outros locais. Envolvendo um trabalho de orientação, conscientização e prevenção, analisando a possibilidade de celebrar convênios e parcerias como Poder Judiciário, MP, Conselho Tutelar, Policia Militar e Civil, Instituições de Ensino e Religiosas, entre outras parcerias.

É de estrema importância, que pais, professores e todos que convivem com jovens que apresentam transtornos psicológicos, recebam orientações necessárias para providências e ações preventivas. Por isso, o “Programa Municipal de Prevenção ao Suicídio” desenvolverá ações, que levem em conta as pressões específicas sofridas por jovens e adolescentes nos ambientes de trabalho e de estudo, apoiando-os no enfrentamento dos desafios e dificuldades encontrados nessa etapa da vida.

Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) de 2016, a cada quatro segundos uma pessoa comete suicídio no mundo, chegando a 800.000 mortes por ano. No Brasil, o Jornal Brasileiro de Psiquiatria publicou um estudo do Scielo chamando a atenção para o aumento da tendência de suicídio entre adolescentes e jovens de 10 a 19 anos. A boa notícia é que a OMS afirma que os suicídios são preveníveis, mediante a adoção de estratégias mais efetivas.

“Que possamos ter a oportunidade de nunca desistirmos de uma pessoa. De dizer que são amadas por Deus, por suas famílias e por cada um de nós!” Maiza
MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestão de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com