Sábado, 19 de Setembro de 2020

Estiagem aumenta risco de incêndios em áreas de vegetação

16/09/2020 as 00:00 | Estado de São Paulo | Da Redaçao
A falta de chuvas, comum neste período do ano, aumenta os riscos de ocorrência de incêndios em matas e terrenos. O fogo em florestas, em especial, pode causar danos graves na flora e na fauna, além de degradar o solo. Desde junho, o Governo de São Paulo intensificou a Operação Corta-Fogo, um conjunto de ações destinadas a prevenir, controlar, monitorar e combater ocorrências do tipo, com a participação de diferentes níveis de governo, empresas parceiras e comunidade.

A Operação é coordenada pela Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente, por meio da Coordenadoria de Fiscalização e Biodiversidade (CFB), e conta com a participação de órgãos como o Corpo de Bombeiros, a Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil (CEPDEC), subordinada à Casa Militar, a Polícia Militar Ambiental, a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb), a Fundação para a Conservação e a Produção Florestal do Estado de São Paulo (FF) e o Instituto Florestal (IF).

Além dos danos ambientais, incêndios florestais podem causar interrupção no transporte público, na distribuição de energia elétrica e nas redes de comunicação.

Para evitar acidentes, a Defesa Civil recomenda uma séria de ações:

– Não faça queimada para limpeza de terreno ou para destruição de lixo. Faça sempre o descarte no lugar indicado pela prefeitura da sua cidade;

– Não jogue cigarros ou fósforos acesos às margens de rodovias;

– Não solte balões. A prática pode provocar acidentes aéreos e incêndios, e é crime ambiental.
MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestão de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com