Sábado, 19 de Setembro de 2020

Doria diz que retorno das aulas presenciais é necessário

15/09/2020 as 22:00 | Estado de São Paulo | SBT Interior
O governador João Doria disse nesta terça-feira (15), durante entrevista exclusiva ao SBT no interior, em Rio Preto, que as únicas estatísticas que cresceram durante a pandemia da covid-19 foram os casos de feminicídio e violência contra a mulher.

Na região, os casos de feminicídio ou lesão corporal têm sido recorrentes. No último domingo, Jaqueline Barboza de Oliveira, de 29 anos, foi assassinada a facadas pelo ex-marido, que não aceitava o fim do relacionamento. O homem se entregou à polícia horas depois do crime.

De acordo com o governador, as mulheres precisam denunciar para que a polícia faça o trabalho protetivo.

"Temos a DDM online, que é silenciosa e permite que essa mulher receba o sistema protetivo com o SOS Mulher sem ter que ir fisicamente até uma delegacia da mulher. Ela pode fazer isso on-line, silenciosamente. Ela acessa, faz pelo celular, e imediatamente pode ter acesso ao sistema protetivo do SOS Mulher 24 horas por dia. É fundamental que a mulher denuncie porque, quando ela não denuncia, pode ser fatal", afirmou.

Segundo ele, 83% das agressões contra mulheres no Brasil acontecem em casa.

RETORNO DAS AULAS

A discussão envolvendo o retorno das aulas escolares presenciais também foi debatida durante a entrevista. Questionado sobre o retorno das aulas a partir do dia 7 de outubro, Doria afirmou que a volta das atividades escolares é necessária, mas com todos os cuidados.

"Às famílias mais pobres, mais humildes, o acolhimento escolar dá a oportunidade aos pais de trabalharem e terem renda, além da alimentação. São cinco alimentações por dia na rede pública estadual de ensino e é uma alimentação balanceada, além de o ensino. Os pais querem que os filhos aprendam, mas com toda a segurança. A Secretaria de Educação de SP tem um comando sério, equilibrado e temos feito tudo com diálogo com prefeitos e aqueles que representam a sociedade civil", disse.

"Teremos as máscaras acrílicas para os servidores e professores, além da própria máscara para eles e os alunos, álcool gel em todos os ambientes e a recomendação para que todos lavem as mãos e respeitem o distanciamento social. A retomada a partir de 7 de outubro será parcial. Não teremos 100% dos alunos em um dia. Serão 35% hoje, 35% amanhã, 30% depois de amanhã, e assim para garantir que as classes não fiquem lotadas".
MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestão de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com