Terça, 22 de Setembro de 2020

Maiza Rio solicita do governo que Fernandópolis vá a fase amarela

Maiza solicitou a flexibilização das igrejas e comercio, recursos para aumentar leitos hospitalares e liberação de empréstimos para empresários do Desenvolve SP.
03/09/2020 as 06:55 | Fernandópolis | Da Redaçao
A vereadora Maiza Rio, solicitou ao Governo do Estado, a fase amarela do Covid-19 em Fernandópolis e região, que consiste na retomada consciente de algumas atividades, mantendo certas restrições. Com o objetivo de flexibilizar abertura e funcionamento de templos religiosos de qualquer culto ou natureza, atividades comerciais e prestadores de serviços, obedecendo os protocolos de segurança sanitária para a prevenção do contagio e proliferação do vírus.

Também foi solicitado ao Governador de São Paulo, a disponibilização de mais recursos financeiros, necessário para custear a instalação de novos leitos de internação hospitalar para pacientes infectados pelo Covid-19. A condição para ser liberada a fase amarela, é ter disponibilidade de leitos hospitalares, é uma exigência do governo, por isso a vereadora pede auxilio na implementação de mais leitos em Fernandópolis e região.

Reivindicou também, a urgência da liberação de recursos financeiros de empréstimos para empresários que estão passando por dificuldades devido a pandemia, pelo programa Desenvolve São Paulo, em benefício aos empreendedores que necessitam de meios para o desenvolvimento de projetos.

Estas reivindicações, foram solicitadas no dia 29 de agosto de 2020, pela vereadora Maiza Rio, que está como vereadora e presidente do PSDB na provisória em Fernandópolis, em conjunto com o vereador João Pedro Siqueira, também do PSDB, para a deputada Analice Fernandes, intermediar estas solicitações junto ao Senhor Marcos Vinholi, Secretário de Desenvolvimento Regional do Estado de São Paulo, para intervir ao Governador João Doria Junior.

Para Maiza, trata-se de uma reivindicação justa dos comerciantes, entidades religiosas e prestadores de serviços de Fernandópolis e região, que já por muito tempo vem sofrendo transtornos e prejuízos financeiros, com demissões, o que aumenta o número de desemprego e pessoas passando por necessidades.
MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestão de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com