Terça, 22 de Setembro de 2020

Fausto Pinato esclarece acusações de suposta irregularidade

02/09/2020 as 07:02 | Brasil | Da Redaçao
O deputado federal Fausto Pinato divulgou na noite desta terça-feira, dia 1, uma nota oficial sobre as acusações de irregularidades na contratação de uma empresa de mídia, que até gerou autorização do STF para abertura de um procedimento investigatório.

O parlamentar afirmou que não cometeu nenhuma irregularidade e que está com a consciência tranquila e que não lesou o erário público. “Diante das notícias veiculadas pela mídia dando conta de uma suposta irregularidade em meu mandato observada pelo STF, afirmo com a consciência tranquila que não cometi deslize algum de natureza lesiva ao erário público, pois sempre defendi a lisura de comportamento. Realizei tudo dentro da legalidade o que suponham ser irregular”, disse.

Segundo ele, a empresa (Atos Dois) apresentada um trabalho para modificar “layout” e conteúdo do site oficial onde estão expostas as atividades parlamentares que iriam para redes sociais e divulgação em geral. “Ao apresentarem o valor do serviço que seria executado, achei por bem não dar prosseguimento pelo alto custo exposto pela empresa. Cumpri o pagamento de somente R$ 2.700,00 reais pela consultoria que realizaram até então".

O fato teria ocorrido no mês de maio de 2016, quatro anos atrás. A decisão da Ministra Rosa Weber causou espanto e estranheza e afirmou que, pois até o presente momento não tem conhecimento do conteúdo do referido inquérito.

“Estou tranquilo com relação ao que determina a conduta de um homem público. Não cometi ato falho e ou ilícito muito menos lesei o erário público. Isso será comprovado durante minhas justificativas de defesa demonstrando que meu mandato parlamentar condiz na regra da minha vida pública, com correção, dignidade, altivez e aliado com a verdade”, declarou Pinato.

O deputado também apresentou um documento (Certidão) do Ministério Público Federal que nada consta nos registros eletrônicos referentes a procedimentos extrajudiciais em tramitação

VEJA DOCUMENTO ABAIXO
MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestão de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com