Terça, 22 de Setembro de 2020

Fernandopolenses devem manter ações de combate ao Aedes

Secretaria de Saúde realiza diariamente as estratégias para eliminar os criadouros no município
12/08/2020 as 06:51 | Fernandópolis | Da Redaçao
A Secretaria Municipal de Saúde de Fernandópolis realiza diariamente as estratégias de combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor de doenças como o Zika vírus, febre chikungunya, dengue e febre amarela. A população é peça fundamental para que estes esforçam tenham o efeito desejado, já que a maioria dos criadouros de larvas do Aedes estão dentro das residências.

Fernandópolis confirmou 938 casos de dengue ao longo deste ano. Há ainda outros 13 exames pendentes e dois óbitos. A equipe da Vigilância Epidemiológica realiza bloqueios nas regiões da cidade onde há casos suspeitos da doença, com intensificação das visitas, eliminação dos criadouros e orientações nos imóveis. Também faz nebulização, atividades em pontos estratégicos, visitas nos imóveis especiais e uma equipe de apoio da SUCEN auxilia na nebulização veicular.

A população deve agir de forma efetiva, eliminando recipientes que sirvam de criadouro para o mosquito. Há uma série de atitudes que podem ser tomadas:

A caixa d’água deve estar sempre limpa e bem fechada;

Nunca deixe a água da chuva acumulada sobre lajes e calhas, que devem ser limpas periodicamente;

Mantenha todos os utensílios que podem segurar água, como garrafas e pneus, limpos e bem fechados, ou guardados com a boca para baixo;

Limpe os ralos com frequência ou apenas jogue desinfetante para impedir que a possível água acumulada;

Troque sempre a água do bebedouro dos animais, lavando o recipiente;

Coloque areia nos pratos dos vasos de plantas ou elimine-os;

Sempre troque a água dos vasos de plantas aquáticas.
MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestão de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com