Terça, 14 de Julho de 2020

Evento político com Rodrigo Garcia em Rio Preto provoca mal-estar

26/06/2020 as 23:40 | S. J. do Rio Preto | DL News
Mal-estar
A visita do vice-governador Rodrigo Garcia (DEM) no complexo Funfarme neste sábado, 27, provocou um tremendo mal-estar interno. A atividade, que entrou pela porta da Famerp, está sendo criticada por grupos de profissionais que atuam na linha de frente do atendimento às vítimas da Covid-19 no Hospital de Base. Faz sentido, afinal, o momento não é propício para oba-oba político que acaba, inevitavelmente, juntando gente.

’Hora de sobriedade’
Os críticos também acham inadequada a realização da atividade num momento em que o diretor-executivo da Funfarme, o médico Jorge Fares, internado na UTI do HB, trava sua luta pessoal contra a Covid-19. "O momento é de sobriedade e não de agitação”, disse o funcionário, que não quis se identificar, ao DL News.

Incoerência
As críticas se tornaram ainda mais contundente porque o anúncio do evento ocorreu no mesmo dia em que a diretora administrativa do HB, a médica Amália Tieco, enviou a todos os médicos e funcionário informativo determinando que qualquer reunião interna seja previamente agendada por telefone e, se possível, que a demanda seja resolvida remotamente, de forma a evitar aglomerações dentro da instituição hospitalar.

Cancelou o café
O DL News apurou que havia até solicitação de café, suco e alguns "beliscos” para recepcionar a comitiva de autoridades. Mas a encomenda teria sido suspensa depois da polêmica interna, uma vez que é impossível comer e beber sem tirar as máscaras. O palco do anfiteatro da Famerp também foi removido. A orientação é de que todos fiquem em pé.

Convênio e enfermaria
A atividade com o vice-governador Rodrigo Garcia, que contou com credenciamento prévio da imprensa, será às 9h. Ele vai assinar convênio destinando verba para custeio das ações visando o combate à Covid-19 e atendimento a pacientes. O vice-governador irá inaugurar também ’virtualmente’ duas enfermarias instaladas no HB.

Na agenda
Até o início da noite desta sexta-feira (26), o evento estava na agenda do prefeito Edinho Araújo (MDB) e de deputados como Geninho Zuliano (DEM) e Itamar Borges (MDB), entre outras autoridades, que confirmaram presença.

Tom conciliatório
Após uma série de posicionamentos oficiais extremamente críticos às medidas de isolamento social para conter o avanço do novo coronavírus em Rio Preto, inclusive com tentativas de ampliar a abertura da economia por via judicial, a Acirp assumiu um tom mais conciliatório ao comentar o anúncio de que a região permanece na Fase 2 (laranja) do plano estadual.

Gostou do lockdown
E considerou positiva a criação de um lockdown de três dias (domingo, segunda e terça), tendo como contrapartida a abertura do comércio por 6 horas nos outros quatro dias da semana (quarta, quinta, sexta e sábado). Segundo a entidade, com essa medida será possível segurar o crescimento de casos de Covid-19 na cidade, evitando que Rio Preto volte para a Fase 1 (vermelha).

Entrou no clima
"É importante que a população colabore. Não é feriado prolongado, é para ficarmos em casa e evitar aglomeração de todas as formas. Não promova encontros, não faça aglomerações nos parques, não se reúna nos ranchos ou qualquer outro tipo de aglomeração. Sabemos que esta não é a proposta que queríamos, mas certamente é a melhor para o momento em que estamos.Se trabalharmos juntos, Rio Preto avançará e conseguiremos a ampliação das atividades”, disse a entidade em nota oficial.

Uma vez rebelde...
Olímpia, que estavam na Fase 1 (vermelha), migra para a Fase 2 (laranja) do plano estadual de flexibilização. Mas se engana quem dá como "águas passadas” a rebeldia do prefeito Fernando Cunha (PSD), que só se enquadrou ao decreto do governador João Doria (PSD) quando foi obrigado a fechar os serviços não essenciais após determinação judicial.

...sempre rebelde
Ao comentar nesta sexta-feira (26) o avanço para a fase que permite comércio de rua, shoppings e escritórios de prestação de serviços, nota da prefeitura de Olímpia voltou a ressaltar que o município ainda espera o resultado do recurso impetrado no Tribunal de Justiça de São Paulo no qual solicita autonomia da administração municipal para decidir sobre as regras de flexibilização.

Carlão Pignatari
O assunto parece prematuro, mas no "planeta” Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) já agitam bastidores as articulações tendo em vista a sucessão de Cauê Macris (PSDB) na presidência da Casa. E um tucano da região, o deputado Carlão Pignatari, de Votuporanga, desponta como candidatíssimo de um bloco de partidos que dominam a área há pelo menos duas décadas.

Segue o roteiro
Questionado pelo DL News, Carlão afirmou que é prematuro tratar do tema agora, mas confirmou que pretende colocar seu nome na disputa. Na verdade, ele segue o roteiro das chamadas candidaturas naturais, uma vez que já ocupou a liderança do partido e hoje é o líder do governador João Doria no Legislativo estadual.

Dois daqui
Se vingar, a região de Rio Preto crava seu terceiro presidente na Alesp. Quem abriu a representação local no posto foi o hoje vice-governador Rodrigo Garcia (DEM), que ocupou o carto de março de 2005 a março de 2007. E quem o sucedeu foi Vaz de Lima, na cadeira entre março de 2007 e março de 2009.

Jovem vítima
Provocou comoção em grupo de Whatsapp de Rio Preto a morte, nesta sexta-feira (26), do jovem prefeito de Santo Antônio de Aracanguá, Rodrigo Aparecido Santana Rodrigues (DEM). Ele tinha 35 anos de idade e estava internado na UTI de hospital particular de Araçatuba com Covid-19, e desde o dia 2 de junho respirava com a ajuda de aparelhos. "Era uma pessoa que todo mundo respeitava. "Foi muito triste essa perda. Todos que conheciam o Rodrigo sempre o elogiavam. Muito triste isso”, lamentou a colunista Cida Caran.

Abrigos 1
O vereador Zé da Academia (Patriota) protocolou requerimento na Câmara de Rio Preto pedindo ao prefeito Edinho Araújo (MDB) a construção de abrigos provisórios para moradores de rua durante a pandemia do novo coronavírus.

Abrigos 2
Segundo ele, o convênio entre a Prefeitura de Rio Preto e a Fraternidade Lar São Francisco, de Jaci, é insuficiente para atender toda a demanda. De acordo com o vereador, a Casa Cirineu comporta 100 pessoas e, segundo estatísticas da Secretaria de Desenvolvimento Social do município, Rio Preto tem 350 moradores de rua fixos. "Seria algo complementar e provisório.”

Mundo cão 1
De janeiro até o momento, a Diretoria do Bem-Estar Animal recebeu 157 denúncias de maus-tratos, sendo 113 referentes a cachorros e 44 a gatos. A demanda tem sido tão alta em plena quarentena, que o órgão precisou retomar as atividades de rua, atendendo aos protocolos sanitários, além de ampliar a equipe, que passou a contar com uma diretora, cinco veterinários, cinco técnicos veterinários e uma agente administrativa.

Mundo cão 2
As situações mais comuns encontradas pelas equipes durante as visitas são abandono, sujeira/mau cheiro e maus tratos. Um veterinário e um técnico sempre acompanham as denúncias para atestar a gravidade da situação. As ações da Diretoria do Bem-Estar Animal para atendimento das denúncias contam com o apoio das Polícias Ambiental e Militar. A denúncia pode ser feita pelo e-mail faleconosco.bemestaranimal@riopreto.sp.gov.br ou pessoalmente no Centro de Controle de Zoonoses.
MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestão de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com