23/10/2014 | Tempo: Min: C / Max: C
Expô 2011
 
Primeira noite da final do rodeio com grandes emoções na Expo Fernandópolis
28/05/2011 - as 14:54:00
Fernandópolis - O clima geral na arena da Expo Fernandópolis era de grande expectativa para o início da etapa que definirá os grandes campeões do Top Team Cup.

A primeira noite da final contou com as montarias em cavalos nos estilos Sela Americana e Bareback, apresentadas na locução da equipe Luciano de Oliveira, e as esperadas montarias em touros foram narradas por Almir Cambra. Mostrando que todos os competidores objetivam a vitória, as montarias foram de alta qualidade, chamando a atenção na arena da festa. E, a partir desta sexta-feira, a modalidade Três Tambores passa a integrar a programação, com a apresentação das 10 finalistas do campeonato.

A primeira modalidade apresentada na noite foi a Sela Americana. Quatro das cinco montarias foram aproveitadas e somente um finalista não conseguiu parar em seu animal. Além da tropa da Pro Horse, a modalidade contou também com participação de animais da Cia Vale da Piedade. O líder do ranking, José Antônio Fazion, de Pirajuí/SP, foi o último a se apresentar e a égua Big Montain deu re-rider, logo aceito pelo competidor. Fazendo duas montarias seguidas, Fazion pegou outra égua da Pro Horse, a Fire Woman, que se apresentou muito bem e deu ao competidor a maior nota da noite: 73 pontos. Leandro Baldissera, de Capão Bonito, é o vice-lider do ranking e ficou apenas um ponto atrás de Fazion na noite, marcando a nota 72 na apresentação no cavalo Canadá, também da Pro Horse.

“Não é nada fácil montar em dois animais seguidos, você chega até a perder o fôlego, mas o animal acabou ajudando e valeu a pena, pois tirei a melhor nota da noite”, disse Fazion. Na modalidade Bareback, os cinco finalistas aproveitaram bem seus animais e pontuaram, mas o líder Luiz Carlos Moreira, de São Paulo/SP, fez a melhor apresentação, marcando 79 pontos na égua Chilena, da Pro Horse. Alexandre Santos Costa, de Belo Horizonte/MG, que vem na segunda colocação do ranking, fez a segunda melhor da noite no animal CQC, da Pro Horse, marcando 76 pontos.

Após a volta da vitória, Luizão ressaltou que estava feliz, pois dar a volta na arena é algo que todos almejam. “Agora é pensar no amanhã, em qual animal vou pegar. Eu gostaria muito que fosse a Space Montain ou a Bad Angel, animais que sempre dão boas notas”. Terminadas as montarias da Pro Horse, o locutor Almir Cambra já estava preparado para entrar na pista e fazer a locução das 15 montarias em touros. Os finalistas do campeonato, muito bem preparados para a disputa, proporcionaram um verdadeiro show na arena da Expo Fernandópolis. Foram quatro notas acima dos 90 pontos e apenas cinco quedas, uma mostra de que realmente os competidores estão indo com muita garra para cima dos touros, querendo parar e pontuar.

A maior nota da noite foi do competidor Ailton Amorim, de José Bonifácio/SP, no touro Código Penal, da Cia É o Bicho: 90,75 pontos. Empatados na segunda colocação o lendário Fabrício Alves, de Agudos/SP, que se apresentou no touro Prazer, da Cia É o Bicho e Márcio Lino Sena, de Águas Claras/MS, montando no touro Chico Bento, do Neto de Taquaritinga, marcaram 90,50 pontos. Logo em seguida, Glauco Bezerra Carvalho, de Monções/SP, montou no animal Blecaute, da Cia Livramento e fez 90 pontos.

Almir Cambra, vibrando a cada montaria, fez questão de jogar o chapéu para alto algumas vezes, para reverenciar as belas apresentações.Para Amorim, ter feito a melhor nota da noite foi muito importante no primeiro dia da final. “Eu não conhecia este touro e sinto o resultado como dever cumprido, pois parei e agora vamos ver o que vai dar amanhã”.
sua opinião
rodape