Terça, 26 de Março de 2019
Trump ligou para Cyrus depois de performance histórica no VMA
22/02/2019 as 21:33 | Mundo | Da Redaçao
Anos depois de sua icônica performance ao lado de Robin Thicke no VMA em 2013, Miley Cyrus revela que surpreendeu até o então futuro presidente dos Estados Unidos.

Capa da revista Vanity Fair de março, Miley contou que na época estava hospedada na Trump Tower e, na manhã seguinte à apresentação, acordou com a ligação do próprio dono do prédio. “Eu amei”, foi o que Donald Trump disse à ela.

“E agora ele é nosso presidente. Você sabe, eu disse que me mudaria se ele fosse o presidente. Todos nós falamos coisas que não queríamos dizer”, disse a cantora.

Miley justificou o porquê mudou de ideia e, de quebra, ainda detonou o líder americano. “Porque realmente pensamos: talvez as pessoas escutem. Talvez as pessoas pensem como isso [a eleição de Trump] seria prejudicial para o nosso país. Obviamente não pensaram. Sobre me mudar de país, que diferença ia fazer? Como alguém que tem orgulho de ser ativista, vai se orgulhar de fugir e deixar todos vivendo sob o governo de um completo racista, sexista e babaca detestável? Você não pode deixar os outros se defenderem sozinhos”, declarou.
MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestão de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com