Sexta, 22 de Fevereiro de 2019
Após ser acusado de estupro, Chris Brown recebe apoio de Bieber
23/01/2019 as 16:16 | Mundo | Da Redaçao
Um dia após ser preso em Paris, na França, Chris Brown foi liberado. O cantor, que foi acusado de estupro por uma jovem de 24 anos, recebeu o apoio de Justin Bieber no Instagram na madrugada dessa quarta-feira (22).

Poucas horas após ser liberado, Chris Brown publicou um vídeo no Instagram e Justin Bieber não economizou palavras: "Ninguém pode te tocar, você é o melhor de todos os tempos". Ao ver o comentário do canadense, alguns fãs não acreditaram e se manifestaram respondendo ele. "Meu amor, você calado é um poeta! Para que tá feio", comentou uma seguidora para Bieber. "Decepcionada", outra fã se pronunciou. "Você está defendendo um homem abusivo, atitude terrível", disse outro internauta.

Sobre a denúncia

Segundo o jornal "Le Parisen", o suposto crime teria acontecido durante a noite de 15 a 16 de janeiro. De acordo com a jovem, ela teria conhecido Chris Brown em uma discoteca em Paris e teria sido abusada também por um amigo dele, e seu guarda-costas.

A suposta vítima, que foi identificada como Karima, deu mais detalhes em entrevista para revista francesa Closer . De acordo com a publicação, a jovem contou que estava na suíte do rapper no Mandarin Oriental Hotel, em Paris, no dia 16 de janeiro, com outros amigos e mais 15 meninas, usando maconha e cocaína, quando o cantor agarrou seu braço enquanto ela ia ao banheiro e a fez entrar em uma espécie de closet. "Ele fechou a porta, durou de 25 a 30 minutos", relembrou o acontecido e completou: "Ainda é muito difícil explicar em detalhes o que ele fez comigo. Mas foi brutal e violento. Ele era agressivo e me ameaçava. Eu estava com muito medo".

Segundo o relato, um dos amigos de Chris apareceu e ela pensou que ele estava ali para levá-la para casa, mas o rapaz a levou para um quarto, trancou a porta e a abusou sexualmente. O guarda-costas do cantor também foi citado e Karima também o acusou de estupro. "Eles eram três homens fortes, agressivos e ameaçadores. Não havia nada que eu pudesse fazer", declarou.

Após as acusações, a polícia de Paris abriu caso e iniciou as investigações contra Chris Brown a partir das acusações da mulher.
MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestão de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com