Sábado, 18 de Agosto de 2018
Arakaki nega construção de represa e justifica falta de recursos
12/06/2018 as 19:17 | Fernandópolis | Da Redaçao
O empresário Luiz Arakaki, representante do Grupo Arakaki, desistiu de realizar obra de construção de uma represa, conforme já anunciado pelo regiaonoroeste.com, que gerou até uma mudança de lei aprovado pela Câmara Municipal.

O anuncio da desistência foi feito pelo vereador João Pedro Siqueira, que teria participado de uma reunião com o empresário. JP justificou que o momento financeiro não era ideal. Para o vereador, há um acordo firmado entre a Prefeitura e o Grupo Arakaki.

“Cabe agora a Prefeitura executar a dívida que o grupo tem com o município, já havia um acordo firmado. Muito estranho esse fato, já que o Luizinho tinha pressa na aprovação desse projeto e até fez reunião com os vereadores”, disse João Pedro.

O vereador Ademir de Almeida usou o microfone de aparte para cobrar o município na execução da dívida que o grupo tem com a Prefeitura, que gera em torno de R$ 1,5 milhões segundo mencionou João Pedro e Étore Baroni.

Indignados, os vereadores lamentaram o fato e acharam estranho que somente João Pedro foi chamado para participar da reunião com o empresário. Tonho Pintor salientou que a Prefeitura cobra de todo mundo e deve cobra desse pessoal.

O grupo não se manifestou sobre o fato.

O FATO
A obra estava avaliada em R$ 1,5 milhões e iria represar a água, criando um novo lago que servirá como atração turística para a população com a conclusão do loteamento Boa Sorte, que também será iniciado pelo grupo Arakaki.

O valor seria abatido em uma dívida que o Grupo tem com a Prefeitura que chega aproximadamente ao mesmo valor da obra. Com isso a Prefeitura conseguirá concluir a travessia na avenida Teotônio Vilela somente com a colocação de tubulações, evitando a construção de uma ponte sobre o córrego, religando o bairro Brasilândia ao Jardim Vitória e o Recinto de Exposições.

Um acordo havia sido firmado entre Prefeitura, Câmara, Ministério Público e o Grupo Arakaki. Com a construção do novo loteamento Boa Sorte, também será possível a ligação da avenida Valério Angelucci, localizada atrás do Shopping até a Fundação Educacional de Fernandópolis, e transformaria aquela área em um dos maiores empreendimentos na cidade.
MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestão de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com