Quarta, 13 de Dezembro de 2017
Recuperação da área do antigo aterro sanitário é concluída
Área do antigo sanitário de Valentim Gentil após recuperação
14/09/2017 as 00:00 | Valentim Gentil | Da Redaçao
Medida soluciona o problema do descarte irregular de lixo no local, que além de reflorestado, foi fechado para a entrada de terceiros, conforme recomendação do MP
A Prefeitura de Valentim Gentil concluiu, nesta semana, com o plantio de 10 mil mudas de eucalipto, o projeto de fechamento e recuperação paisagística do antigo aterro sanitário da cidade, localizado às margens da estrada vicinal Waldomiro Campanhola, um dos maiores problemas herdados pela administração do prefeito Adilson Segura.

Os serviços foram realizados por determinação do prefeito, em cumprimento a um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) firmado com o Ministério Público do Estado de São Paulo, comarca de Votuporanga. O documento previa multa diária de R$ 1 mil ao Município em caso de não cumprimento do acordo.

Além do reflorestamento com eucaliptos, a Prefeitura, por meio da atual administração municipal, efetuou, na área do antigo aterro, a limpeza e remoção de resíduos; terraplanagem (serviço no qual economizou cerca de R$ 160 mil conseguindo a doação de aproximadamente 2 mil caminhões de terra); e o fechamento de divisa, com alambrado e cerca de arame, impedindo o acesso de terceiros.

Cabe informar que o antigo aterro está interditado pela Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) desde 2011, porém nos últimos quatro anos, o órgão multou por diversas vezes o Município, em quase R$ 400 mil no total, por não controlar e fiscalizar o acesso de pessoas ao local e, consequentemente, o descarte irregular de lixo diretamente no solo.

Para o prefeito Adilson Segura, a revitalização da área do antigo aterro e a lacração definitiva do local, apesar de onerosa e gerar transtornos para a população, é uma medida necessária para evitar doenças e a poluição ambiental, além de possibilitar que o Município não receba novas multas, podendo, em contrapartida, investir em projetos como o Disk Árvore, coleta seletiva e a implantação de um local adequado para separação e reciclagem de lixo na cidade.
MAIS LIDAS
ULTIMAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestão de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com