Quinta, 14 de Novembro de 2019

Fernandópolis e Marília disputam vaga no Paulistão A3

20/10/2019 as 09:03 | Fernandópolis | Da Redaçao
Fernandópolis e Marília se reencontram neste domingo (20), às 10h, no estádio Cláudio Rodante, em Fernandópolis, onde decidirão a segunda vaga de acesso para o Paulistão A3. O time visitante chega com vantagem após vencer o jogo de ida por 2 a 0, mas os mandantes confiam em reverter a situação. O jogo terá transmissão da FPF TV.

O primeiro jogo disputado deixou o Marília com uma vantagem importante. Por ter vencido por dois gols de diferença, a equipe pode até perder por um gol que garante o acessso. Aos donos da casa, resta fazer ao menos dois gols, algo até recorrente na trajetória da equipe até o momento.

Em 27 jogos, o Fernandópolis conseguiu balançar as redes duas vezes ou mais em 15. O time conta com o atacante Murilo, autor de 15 gols e artilheiro da competição, como esperança para conseguir o acesso. Na fase anterior, o time também saiu em desvantagem – perdeu para o Rio Branco por 2 a 1 -, mas usou o fator casa para vencer por 3 a 0 e avançar.

“As viradas são um dos pontos fortes dessa equipe. Conseguimos várias durante essa competição. É lógico, são situações diferentes, pois está valendo o acesso para ambas as equipes. Mas eu tenho certeza que com a mesma intensidade de sempre, vamos buscar mais uma (virada)”, disse o técnico Junior Paulista.

O Fernandópolis contará com a volta de dois titulares para a partida: o lateral Biti e o atacante João Lucas. Gabriel; Bite, Felipe, Félix e Mateus; Jackson, Talison e Vitinho; Gildo, Murilo e João Lucas é o provável time para a decisão.

Rebaixado em 2018, o Marília quer fazer o bate-volta e retornar para a Série A3. Um dos trunfos da equipe para conquistar o acesso é Ricardo Costa, que já teve sucesso na divisão dirigindo EC São Bernardo e Portuguesa Santista. Além disso, o Marília se mostrou um adversário difícil de ser batido. Apenas única vez o time foi derrotado por dois gols de diferença, resultado que lhe tira o acesso.

Reconhecendo a vantagem, o técnico Ricardo Costa pede pés no chão e tenta conter a euforia do grupo. “Existe sim essa empolgação natural, mas eu sempre peço para terem pés no chão, porque ainda não conquistamos nada. Temos que respeitar sempre o adversário, que é bem montado e bem treinado. Nós estamos conversando dia a dia para termos foco no próximo jogo, termos uma frieza muito, saber jogar e não abdicar da partida em nenhum momento", disse.

Sem desfalque no time titular, o Marília deve ir a campo com Geílson; Mateus Mima, Guilherme Café, Gutierrez e Lucas Praxedes; Hebert, Mykaell e Ícaro; Erik Bessa, Breno e Lucas Lima.
MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestão de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com