Quarta, 16 de Outubro de 2019
Alunos de Medicina vão a PF e MPF denunciar Universidade Brasil
20/09/2019 as 07:00 | Fernandópolis | Da Redaçao
Um grupo de alunos do curso de Medicina na Universidade Brasil esteve nesta quinta-feira, dia 19, no Ministério Público Federal de Jales, reforçando denuncia contra a Universidade Brasil de Fernandópolis, onde cerca de 110 alunos, aprovados no processo seletivo do dia 20 de julho de transferência, foram proibidos de assistirem as aulas.

Esses alunos já pagaram mensalidades, análises e até matrícula, levando prejuízo enorme, enquanto outros 100 que foram aprovados na segunda chamada, assistem aulas normalmente. A Universidade chegou a emitir quatro boletos para esses alunos de primeira chamada nos valores de R$ 8 mil e R$ 9 mil reais, incluindo as mensalidades do mês de agosto e setembro.

O grupo pedir ajuda ao MPF para resolver essa situação, já que esses alunos não fazem parte do esquema na compra de vagas e fraudes no Fies e ProUni, sendo elaborado uma “Representação” no dia 14 de agosto.

A Universidade seria acusada de facilitar a análise de documentos dos alunos em segunda chamada e dificultar o primeiro grupo aprovado no processo seletivo de julho.

Outros alunos que representam um grupo de cerca de 50 estudantes de medicina, estivemos pessoalmente na Polícia Federal de Jales, e foram orientados pelo delegado a procurar o MPF.

“A PF nos passou que não está impedindo a faculdade de realizar análises, e que isso é crime e o MEC precisa ser notificado, por isso fomos orientados a procurar o MPF”, disse um aluno.
MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestão de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com