Sexta, 03 de Abril de 2020

Operação Hígia: Justiça pode prorrogar prisões dos envolvidos

26/02/2020 as 21:40 | Fernandópolis | Da Redaçao
As prisões temporárias estabelecidas pela Justiça de Fernandópolis ao envolvidos na Operação Hígia - que apura desvios e fraudes milionárias dentro da Santa Casa e AME de Fernandópolis - podem se tornar preventivas nos próximos dias.

Com o vencimento do prazo das prisões temporárias agendados para as zero hora dessa quinta-feira (27), a Justiça deve manter detidos o ex-deputado Gilmar Gimenes e parte da cúpula da OSS de Andradina até o processo se desenrolar. Ligadas a Os de Andradina Fábio Antônio Obici, diretor-presidente da OSS e seu motorista também foram detidos pela polícia de Andradina, além de duas pessoas em Araçatuba. todos permanecem detidos

Segundo apurou o RN, até as 21h dessa quarta-feira (26), nenhum pedido da Justiça de Fernandópolis teria chegado as penitenciarias, aonde estão detidos os envolvidos.

Advogados das partes devem requerer ao Tribunal da capital a libertação nas próximas horas.

NOVAS RESTRIÇÕES

Nesta quarta-feira, agentes da Policia Civil de Fernandópolis estiveram novamente nas de dependências do Ambulatório Medico de Especialidades de Fernandópolis, onde um nova denuncia levou a policia a deter temporariamente alguns funcionários para depoimentos. Eles estariam em contato pelo telefone da empregada de Gláucia Basaglia, gerente do AME de Fernandópolis e esposa do ex-provedor Fernando Zanqui para orientações enquanto aguarda em prisão domiciliar por conta de uma criança de colo.

Tal atitude pode encerrar os benefícios dados a ex-mulher do também ex-provedor, conduzindo a para a detenção, bem como dificultar a saida dos envolvidos da cadeia enquanto respondem em liberdade

Assim como os funcionários do aME e Santa Casa, membros do conselho estão proibidos de entrarem em contato ou adentrarem qualquer uma das instituições.

Os investigados serão indiciados por peculato, fraude em licitações, falsidade ideológica, homicídio doloso, aborto e organização criminosa.
MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestão de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com