Domingo, 23 de Fevereiro de 2020

IC faz perícia em casa onde advogado foi morto e esquartejado

24/01/2020 as 12:27 | Araçatuba | SBT Interior
Peritos do IC (Instituto de Criminalística) fizeram, na noite desta quinta-feira (23), a perícia na casa onde o advogado Ronaldo César Capelari, 53, foi morto na noite de 13 de janeiro, no bairro Água Branca, em Araçatuba.

Os trabalhos começaram por volta de 19h05 e os peritos se concentraram em duas manchas de sangue que estavam na quina de uma das portas da casa e na garagem. As manchas foram encontradas com luminol, substância química que permite, no escuro, encontrar, por exemplo, manchas de sangue.

O laudo da perícia deve sair em até 30 dias. Não há indícios, até agora, de que o corpo do advogado tenha sido arrastado pela casa.

A princípio, de acordo a polícia, vale a informação dada por Laís Lorena Crepaldi e Jonathan de Andrade do Nascimento, que confessaram o crime e disseram ter lavado o imóvel após matar Capelari.

De acordo com o delegado que comanda a investigação, Antônio Paulo Natal, a reconstituição do crime será feita para que a polícia entenda exatamente o que aconteceu no local.

Outras perícias complementares serão feitas durante a investigação, que continua, segundo Natal. O próximo passo será colher depoimentos com testemunhas para, assim, tentar abrir ainda mais a apuração do latrocínio.

O CASO

O crime aconteceu na noite de 13 de janeiro, quando o advogado foi surpreendido pelo namorado de Laís Lorena, Jonathan Nascimento, dentro da casa.

Capelari disse que iria à natação e desapareceu na segunda-feira (13). A caminhonete dele foi encontrada abandonada na terça-feira e, após denúncia, o corpo do advogado foi localizado na casa, cortado em três partes.

O casal foi preso em seguida e confessou o crime à polícia.
MAIS LIDAS
É vedada a transcrição de qualquer material parcial ou integral sem autorização prévia da direção
Entre em contato com a gente: (17) 99715-7260 | sugestão de reportagem e departamento comercial: regiaonoroeste@hotmail.com